out 05

XP Inc. renova parceria com Trybe com mais de 200 novas bolsas de estudos

Empresa é uma das mais contrata estudantes da edtech, recentemente admitiu 151 pessoas para cargos em tecnologia.

Após um ano de trabalho conjunto, a parceria entre Trybe, escola de tecnologia orientada para o desenvolvimento de uma carreira de sucesso em programação, e XP Inc., facilitada pelo Instituto Vamo que Vamo, foi renovada. A companhia, que em 2021 apoiou cerca de 300 pessoas com bolsas de estudos para poderem se dedicar com qualidade à formação da Trybe, agora, vai fornecer mais de 200 bolsas de estudos de até R$1.000 mensais para estudantes da edtech. Além do valor mensal, as pessoas selecionadas terão interações com experts do time da XP Inc. e acesso a conteúdos personalizados com possibilidade de participar de um processo seletivo exclusivo para bolsistas ao final da formação.

A parceria continua devido ao resultado positivo. Recentemente, a XP Inc. contratou 151 estudantes da Trybe, contemplados com bolsas de estudos da própria companhia durante a formação. Dos recém-contratados do programa para trabalhar na XP Inc., 42% são mulheres e 55% são pessoas autodeclaradas pretas e pardas.

Na primeira edição, os 300 estudantes puderam usufruir de uma formação robusta em desenvolvimento de software de seis horas diárias, de segunda a sexta, ao longo de 12 meses, enquanto contaram com apoio financeiro e interações exclusivas com o time da XP Inc.

O objetivo é apoiar pessoas com potencial de serem profissionais de desenvolvimento de software a ingressarem no mercado de tecnologia e se manterem durante sua formação na Trybe, além de contratar parte dessas pessoas ao final do curso. O curso foca em ensinar habilidades técnicas de programação e socioemocionais demandadas pelo setor e oferece uma comunidade colaborativa, que contribui com aprendizado e conexões com o mercado de trabalho.

A partir de novembro, os atuais estudantes da Trybe poderão se candidatar para as bolsas de estudos XP Inc. e novas pessoas interessadas na capacitação também poderão concorrer a uma das bolsas. Assim como na primeira edição da parceria, o Instituto Vamo que Vamo, organização privada sem fins lucrativos, é o responsável pela seleção e distribuição das bolsas de estudos XP Inc.

“É um orgulho para nós na XP contribuir com a formação de profissionais e transformar a vida de milhares de brasileiros e brasileiras através da educação em parcerias com essa. Temos grandes ambições e desafios em tecnologia na companhia e precisamos de talentos para alcançá-los”, reforça Wesley Miquelino, gerente de desenvolvimento organizacional e programas corporativos da XP Inc.

Wesley destaca, inclusive, que é muito vantajoso acompanhar todo o processo de formação do profissional que tem grande potencial em compor o time da empresa e fomentar o estudo em tecnologia. Atualmente, entre as empresas parceiras da Trybe, a XP Inc. é uma das que mais contratam.

“Quando a XP Inc. nos escolheu para ser sua escola de tecnologia parceira na formação e contratação de profissionais de desenvolvimento, sabíamos que muitas vidas seriam impactadas positivamente”, afirma Matheus Goyas, cofundador e CEO da Trybe. “Depois de um ano de muita dedicação – de ambas as empresas e das pessoas estudantes – é um orgulho imenso ver mais de 150 pessoas iniciando suas carreiras na XP Inc., já capacitadas para construírem soluções inovadoras. Estamos contentes por continuar essa parceria e oferecer bolsas de estudos para que novas pessoas possam dedicar-se com qualidade às suas formações”.

A diretora do Instituto Vamo que Vamo destaca o objetivo de transformar o mercado de tecnologia no Brasil. “Acreditamos que pessoas talentosas estão em todos os lugares. Por isso, através de parcerias como essa da XP Inc., apoiamos a inclusão e fomentamos a diversidade em carreiras digitais no Brasil”, diz.

Para ampliar o acesso à formação de qualidade em tecnologia, além de oportunidades de bolsas de estudos via Instituto Vamo que Vamo, a Trybe também oferece o Modelo de Sucesso Compartilhado (MSC) como forma de pagamento. Dessa forma, estudantes podem começar a pagar o curso uma vez que esteja trabalhando no setor de tecnologia e com renda acima de R$ 3.000. Ao atingir a renda mensal mínima, quem opta por esse modelo paga um percentual da sua renda bruta até quitar integralmente o valor do financiamento ou até que transcorram 5 anos da data da sua formatura na Trybe, o que acontecer primeiro.

Sobre o Instituto Vamo que Vamo
O Instituto Vamo que Vamo é uma organização privada sem fins lucrativos, criada em 2021, que tem como objetivo apoiar a inclusão e fomentar a diversidade em tecnologia no Brasil. A organização é responsável pela condução do processo seletivo e pela distribuição das bolsas de estudos ofertadas pela parceria com a XP Inc.

Em um ano de existência, com apoio de empresas como XP Inc., iFood e Google, o Instituto já doou cerca de R$ 3,5 milhões em projetos de apoio aos estudantes. “Estivemos presentes em 11 processos seletivos da Trybe e já ajudamos cerca de 500 estudantes. Existem inúmeras pessoas talentosas que só precisam de oportunidade e apoio para estudar e é com isso que trabalhamos”.

De acordo com o Instituto, até o momento, entre aqueles que precisam de auxílio, 70% se autodeclaram pretos ou pardos e 43% são mulheres. Mais de 90% das pessoas que solicitam bolsas de estudo têm renda de apenas um salário-mínimo por pessoa no núcleo familiar.

Sobre a Trybe
Fundada em agosto de 2019 por Claudio Lensing, João Daniel Duarte, Marcos Moura, Matheus Goyas e Rafael Torres, a Trybe é uma escola de tecnologia que oferece uma formação de alta qualidade em programação e totalmente focada no sucesso profissional dos estudantes. Mas, detalhe importante, a pessoa estudante da Trybe pode só pagar pelo seu curso quando estiver trabalhando. Mais de 90% dos profissionais formados pela Trybe conseguem trabalho em tecnologia em até três meses após a conclusão do curso. Mais de 200 mil pessoas já se inscreveram para estudar na Trybe.

A edtech já recebeu US$ 50 milhões em três rodadas de captação – seed, Série A e Série B -que contaram com a participação de investidores de peso como Base Partners, Untitled, XP Inc. Atlantico, Canary, Global Founders Capital, Endeavor Scale Up Ventures, Verde, Luxor e Maya Capital, além de profissionais renomados como José Galló, Nizan Guanaes, Armínio Fraga e Hans Tung. Anteriormente, os sócios fundadores da edtech criaram o AppProva, ferramenta gratuita que já ajudou milhões de estudantes na preparação de exames como Enem e OAB, vendida para a Somos Educação em 2017. Para mais informações, acesse o site.

Sobre a XP Inc.
A XP Inc. é uma plataforma tecnológica de investimentos, serviços financeiros e educação, dona das marcas XP, Rico, Clear, XP Educação, entre outras. A XP Inc. tem mais de 3,6 milhões de clientes e R$ 846 bilhões de ativos sob custódia. Nos últimos 20 anos, a empresa vem transformando o mercado financeiro brasileiro para melhorar a vida das pessoas, garantindo relações mais transparentes entre os clientes e as instituições financeiras. Para mais informações, acesse o site.

FONTE: https://inforchannel.com.br/2022/10/04/xp-inc-renova-parceria-com-trybe-com-mais-de-200-novas-bolsas-de-estudos/