jan 13

Maior projeto eólico da América Latina é anunciado para o Brasil e implantação em estado do Nordeste, na Serra do Assuruá, envolvendo Vestas e Engie

Foi anunciada a construção do maior projeto eólico da América Latina, com um pedido subsequente de 288 MW, em uma série de acordos anunciados pela gigante OEM de turbinas Vestas no final do ano.

A Vestas realizou um contrato de 288 MW e 64 máquinas da Engie para o maior projeto eólico da América Latina na Serra do Assuruá, no estado brasileiro da Bahia, somando-se a um contrato de 540 MW assinado em setembro.

Como será a maior projeto eólico da América Latina

Anunciando seu último pedido para a turbina V150-4.5MW, a Vestas disse que, quando concluída, a maior projeto eólico da América Latina na Serra de Assuruá terá uma capacidade nominal total de 846 MW, tornando-se a maior da região quando entrar em operação no final de 2024.

O negócio do maior projeto eólico da América Latina na Serra de Assuruá marca outro grande momento para a V150 na América Latina, com a Vestas registrando mais de 8 GW de pedidos para a máquina somente no Brasil desde 2018. O acordo no Brasil se junta a outros negócios nos EUA e na Europa que a Vestas anunciou nos últimos dias.

O grupo dinamarquês fechou um pedido de repotenciação de 73MW para suas máquinas V110 de 2,2MW em um projeto não divulgado nos EUA, que deve entrar em operação no quarto trimestre de 2023. Do outro lado do Atlântico, a Vestas garantiu um pedido de 93 MW da SR Energy da Suécia para sua enorme turbina V162-6,2 MW, que alimentará o projeto eólico Älgkullen. Isso se soma ao pedido de 32MW na Itália garantido antes do Natal.

Crescimento no investimento de energia eólica já vinha sendo sentida em 2022

No final de 2022, a Vestas anunciou a entrada de pedidos de 2,63 GW para o quarto trimestre de 2022. No mesmo trimestre de 2021, registrou 2,86 GW de pedidos anunciados e não anunciados. À medida que o final do ano se aproximava, a carteira de pedidos total da Vestas para 2022 era de 9,62 GW.

Em 2021, os OEMs registrarão um volume de 13,9 GW. O CEO da Vestas, Henrik Andersen, disse nos resultados do terceiro trimestre de novembro que a pressão sobre a indústria eólica não diminuiu quando ele cortou a previsão financeira do OEM para 2022.

O que vai produzir o maior projeto eólico da América Latina?

Energia eólica é a transformação da energia do vento em energia útil, tal como na utilização de aerogeradores para produzir eletricidade, moinhos de vento para produzir energia mecânica ou velas para impulsionar veleiros.

Hoje, a energia eólica pode ser direcionada para prover algumas ou muitas tarefas úteis tais como: bombeamento de água, geração de eletricidade, aquecimento, etc. Vamos examinar algumas dessas tarefas mais detalhadamente. Bombear água é um uso primário de energia eólica.

Assim como a energia hidráulica, a energia eólica é utilizada há milhares de anos com as mesmas finalidades, a saber: bombeamento de água, moagem de grãos e outras aplicações que envolvem energia mecânica.

FONTE: https://clickpetroleoegas.com.br/maior-projeto-eolico-da-america-latina-e-anunciado-para-o-brasil-e-implantacao-em-estado-do-nordeste-na-serra-do-assurua-envolvendo-vestas-e-engie/