nov 09

BH realiza a primeira nefrectomia doadora por via robótica em Minas Gerais

Os médicos Marcos Tobias Machado (esq.) e Marco Tulio Lasmar (dir.) foram os responsáveis pelo procedimento pioneiro em Minas Gerais (foto: Divulgação)

O Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, agora recebe o posto de responsável pela primeira cirurgia de nefrectomia renal doadora realizada por via robótica para transplante renal em Minas Gerais. O procedimento foi realizado em outubro com o apoio do especialista em cirurgia robótica da Rede D’Or, o médico Marcos Tobias Machado, que trabalhou em conjunto com a equipe de Marco Tulio Lasmar.

A unidade de saúde realiza dois transplantes de doadores vivos a cada semana, além das situações em que os doadores já são falecidos, alcançando resultados que colocam o grupo médico em paridade com os maiores centros transplantadores do mundo. E mais um passo foi dado para inovar e melhorar o serviço, como faz questão de pontuar Marcos Tobias Machado.

“Fiquei feliz com a oportunidade de voltar a participar de um programa de transplante. No início da minha carreira, trabalhei por dez anos nos serviços de transplante dos hospitais Dante Pazzanese e Albert Einstein, em São Paulo. Desta vez, vim a Belo Horizonte para trazer minha experiência com a robótica. O doutor Lasmar é um dos mais respeitados especialistas do país em cirurgia laparoscópica de doador renal. Foi uma honra participar de um dos mais importantes programas de transplante renal do Brasil”, disse.

Depois da primeira cirurgia desse tipo realizada no Rio de Janeiro, nesse ano, pelo corpo clínico comandado pelo doutor Romula Guida, essa foi a segunda operação feita no país com essas características. “O Hospital Felício Rocho e sua equipe de transplantes estão de parabéns por ter entrado para a história da medicina no estado de Minas Gerais e no Brasil”, frisou Marcos Tobias.

FONTE: WWW.UAI.COM.BR