abr 06

O que é o 5G? A nova geração de internet que pretende levar a tecnologia ao seu auge

Para chegar até o 5G, as operadoras móveis irão trabalhar na virtualização da rede e em um melhor investimento na 4G.

Para o que a 5G serve?

Cada rede tem um preparo e um projeto diferente, o 2G foi pensado para a digitalização de voz, o 3G para dados de internet móvel e o 4G para aguentar ainda mais o grande fluxo de dados como streaming de música e vídeo, ao passo que o 5G deverá, além de downloads de até 20 Gb/s, ser capaz de atender trilhões de dispositivos conectados, não só pessoas, mas produtos eletrodomésticos, drones e robôs. Tudo será capaz de se comunicar, graças ao 5G.

Mesmo sem ter um padrão definido, a quinta geração da internet já está sendo testada em vários países e as primeiras redes móveis comerciais devem aparecer em 2020. Um deles é a Coreia do Sul, considerado o país mais conectado do mundo, onde a Samsung fez experimentos e conseguiu transferir dados em velocidade de 1 gigabyte por segundo. A rapidez é tanta que um filme em HD poderia ser baixado em 10 segundos, por exemplo.

Sobre velocidade do 5G

Em relação à velocidade para o consumidor, pode ser um pouco menos do que a capacidade total que a 5G pode alcançar. Como a rede 4G LTE, que pode atingir uma velocidade de transferência de 1 gigabit por segundo mas o usuário não chega a ter esse acesso. Com a quinta geração funciona da mesma forma, porém, dos 20 Gb/s o consumidor pode conseguir algo acima de 10Gbps, mas ainda não se pode confirmar esse fato.

A velocidade da quinta geração tem uma diferença de até 250 vezes mais rápida do que a quarta, o que significa que vem por aí mudanças consideráveis para o modo de funcionamento das coisas.