maio 06

Idwall passa a oferecer reconhecimento facial

A idwall lança oficialmente sua ferramenta de biometria facial. Batizado de Facelink, o produto permite que empresas adicionem mais uma camada de segurança no processo de onboarding com a verificação biométrica. A regtech (empresas voltadas para gestão e normas) comprovou que, do número de verificações em cadastros de empresas realizadas em 2021, 13% foram tentativas de ações fraudulentas e foram devidamente barradas por meio da tecnologia de biometria facial. A idwall registrou aumento de 41% em 2021 na demanda pelo produto de reconhecimento facial – que existe na empresa desde 2016 em outra versão – na comparação com o ano anterior.

Paulo Ando, head de produto da idwall, explica para Mobile Time que o Facelink é uma tecnologia proprietária da empresa e considera todo o ecossistema de ferramentas e parcerias da companhia para realizar a verificação de um usuário.

Outro ponto é que a ferramenta foi pensada para ser usada em diferentes verticais, mas com foco especial no setor bancário, cuja demanda é maior.

“O Facelink foi construído para atender uma dor comum em muitos mercados: a falta de confiança nos usuários que estão acessando os serviços de uma empresa. Sendo assim, ele atende diversas verticais. Mas a prática de validação de identidade é mais comum no setor financeiro”, explica Ando.

Para ter a biometria facial comprovada, o cliente da empresa deve enviar o número do seu CPF e fazer uma selfie. O procedimento pode ser integrado ao aplicativo de uma instituição financeira, por exemplo, ou a um site. “Durante o processo de cadastro, o usuário envia suas informações no fluxo da empresa à qual quer ter acesso aos serviços/produtos e nós fazemos a verificação em tempo real, trazendo o retorno em segundos”, explica o head de produto da idwall.

A empresa já possui outras soluções contra fraudes. Uma delas é a comparação de uma foto tipo 3×4 de um documento com uma selfie. Esse procedimento pode ser realizado durante um cadastro, por exemplo, e é feita uma análise automática entre as imagens recebidas para analisar se a pessoa é quem ela diz ser.

FONTE: https://www.mobiletime.com.br/noticias/05/05/2022/idwall-passa-a-oferecer-reconhecimento-facial/