mar 12

Volkswagen e IBM vão criar aplicativo parecido com Google Maps

Montadoras tentam conquistar mercado de aplicativos, dominado por Google e Uber

Apps: montadoras buscam espaço no celular dos consumidores (Lucas Agrela/Site EXAME)

A unidade espanhola da Volkswagen fechou parceria com a International Business Machines para desenvolver um aplicativo que ajudará as pessoas a trafegarem por cidades congestionadas.

A ferramenta, chamada Mobility Adviser, informará aos clientes como usar diversos meios de transporte para cruzar a cidade, disse Luca de Meo, presidente da Seat, que é de propriedade da Volkswagen, durante entrevista na conferência MWC Barcelona, na última segunda-feira (25). A IBM fornecerá seu sistema de inteligência artificial Watson, necessário para que o conceito funcione.

“A colaboração com a IBM nos ajuda a colocar o aprendizado de máquina no jogo”, disse De Meo.

A decisão ocorre em um momento em que as montadoras investem em uma tecnologia que lhes permitirá conquistar uma fatia do mercado de transporte baseado em aplicativos, no qual empresas como o Google, da Alphabet, e a gigante do ramo de carona compartilhada Uber Technologies são pioneiras.

O mercado está se tornando rapidamente concorrido. A HERE Technologies, empresa de mapas para automóveis controlada por três montadoras alemãs, lançou no mês passado o SoMo, que conecta motoristas e passageiros com pessoas conhecidas. A Microsoft também expandiu sua parceria com a TomTom e a fabricante de software para transporte público Moovit para oferecer ferramentas de planejamento de viagens.

Várias empresas ofereceram produtos de inteligência artificial para que a Seat se envolvesse no aplicativo, disse Jordi Caus, chefe de mobilidade urbana, em entrevista. A IBM foi escolhida para o trabalho e o desenvolvimento pleno começou em outubro. Caus disse que a Seat está “pagando algo à IBM”, mas não especificou os detalhes financeiros da parceria.

O aplicativo não tem data de lançamento e o trabalho continuará neste ano, e estão sendo considerados recursos como a integração de perfis do Facebook. Caus disse que o aplicativo pode ser lançado como um utilitário independente, integrado em uma parte diferente do software da Seat ou disponibilizado para que terceiros se integrem aos seus produtos.

FONTE: EXAME