out 07

Virgin Orbit está pronta para o primeiro lançamento orbital a partir do Reino Unido

O Reino Unido em breve se tornará o primeiro país a lançar satélites em órbita da Europa.

Espera-se que o primeiro lançamento de satélite orbital do Reino Unido aconteça “em breve”, disse o governo britânico. O lançamento a partir do Spaceport Cornwall no Aeroporto de Newquay marcará uma nova era na história espacial da Grã-Bretanha.

Um satélite de pesquisa construído em Oxfordshire – conhecido como DOVER – da empresa internacional de engenharia Rhea Group estará entre os satélites lançados em órbita pela Virgin Orbit no primeiro lançamento espacial horizontal do Reino Unido. Ele transmitirá um sinal para fornecer dados do espaço que podem ser usados para obter uma posição ou um tempo preciso.

O lançamento fará com que a Grã-Bretanha se torne o primeiro país da Europa a lançar satélites no espaço, cumprindo as metas estabelecidas na Estratégia Espacial Nacional do governo britânico.

Um Boeing 747 especialmente modificado da Virgin Orbit – chamado Cosmic Girl – que tem um foguete acoplado sob sua asa, decolará da pista do Espaçoporto. Em voo, o foguete LauncherOne será lançado da asa, colocando vários pequenos satélites em órbita. O avião retornará então ao Espaçoporto, podendo lançar mais satélites no futuro.

O 747 voará sobre o mar e lançará seu foguete longe das áreas povoadas. Com um longo litoral e muitas ilhas, o Reino Unido oferece uma variedade de locais adequados para lançar foguetes com segurança sobre o mar.

A Grã-Bretanha tem um setor espacial em crescimento, que emprega 47.000 pessoas. As empresas espaciais do Reino Unido têm um forte histórico na fabricação de satélites, design de naves espaciais e aplicações de dados. De acordo com o governo, Glasgow constrói mais satélites do que qualquer outro lugar fora dos EUA.

O Reino Unido também está localizado relativamente ao norte, o que significa que é perfeito para lançar satélites em órbitas polares e síncronas do Sol, que passam pelos pólos norte e sul. Essas órbitas são ideais para satélites que monitoram a Terra e fornecem telecomunicações.

Vários pequenos satélites serão lançados em órbita no primeiro lançamento no Reino Unido. Os satélites farão muitas coisas diferentes, incluindo melhorar a navegação e as comunicações.

Vários dos satélites foram construídos no Reino Unido, incluindo o primeiro satélite galês, que também estará no lançamento e foi construído pela Space Forge, com sede em Cardiff. Ele testará o processo de usar o ambiente de microgravidade exclusivo do espaço para fabricar materiais especiais que são muito mais difíceis de fabricar na Terra.

Os serviços de lançamento valem um potencial de £ 3,8 bilhões para a economia do Reino Unido na próxima década, disse o governo. Os espaçoportos do Reino Unido precisarão de novas habilidades, cadeias de suprimentos e serviços de apoio, criando empregos e oportunidades altamente qualificados em todo o país.

Por exemplo, o Spaceport Cornwall e o Center for Space Technologies esperam criar 150 empregos.

Através de iniciativas como o nosso LogoLiftOff! e Nanosat Design, a Agência Espacial do Reino Unido também está aproveitando o lançamento como uma plataforma para incentivar os jovens a buscar assuntos STEM – ciência, tecnologia, engenharia e matemática – para ajudar a aumentar o futuro desenvolvimento de talentos espaciais do Reino Unido.

FONTE: https://www.cavok.com.br/virgin-orbit-esta-pronta-para-o-primeiro-lancamento-orbital-a-partir-do-reino-unido