abr 25

Universidade Positivo inaugura usina de energia solar

Já está em operação a usina de energia solar da Universidade Positivo, localizada em Curitiba (PR), construída pelo Grupo Alexandria – um dos principais players na área de projetos e operações financeiras estruturadas no setor de energia, que utiliza energia vinda de fontes renováveis. Com a operação da usina, a Universidade Positivo irá produzir energia suficiente para abastecer 45 residências e deixará de emitir, em um ano, o equivalente a 6 toneladas de CO2 no meio ambiente – o que corresponde ao plantio de aproximadamente 272 árvores.

As usinas solares têm sido uma opção de economia e sustentabilidade para as empresas. Os ganhos vão desde a diminuição da conta de luz até a preservação do meio ambiente. No caso da Usina Positivo, em operação há um mês com 172 módulos fotovoltaicos, sua geração de energia anual corresponde a 80MWh/ano e potência instalada de 64kWp.

De acordo com o gerente de Operações da Divisão de Ensino do Grupo Positivo e Gestor do Projeto de Eficiência Energética, Jair Bordignon, a Universidade Positivo já buscava uma solução sustentável há algum tempo. “A usina solar é fundamental tanto do ponto de vista ecológico, quanto do acadêmico. Os estudantes de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Elétrica e Engenharia de Energia, por exemplo, poderão utilizar a usina para a prática pedagógica. Além disso, a usina vai integrar o Sistema de Gestão Ambiental da instituição, que já conta com o mercado livre de energia, uma torre de geração eólica, aquecimento da água da piscina olímpica por meio do calor da água do lago, entre outras soluções ambientais já instaladas na Universidade há anos”, explica Bordignon.

Para construir a usina, que levou cerca de 30 dias para ficar pronta e irá gerar energia para o almoxarifado e refeitório da Universidade, foram investidos R$ 600 mil.”A demanda pela produção própria de energia por parte dos consumidores tem crescido muito nos últimos tempos, temos duas grandes maneiras do cliente poder fazer parte disso, seja comprando ou alugando sua própria usina. Nas compras atuamos com preços extremamente agressivos para que o retorno desse investimento chegue a 2 ou 3 anos, já para as usinas locadas o cliente não investe nada e nos paga uma mensalidade em contratos de longo prazo”, explica Alexandre Brandão, CEO do Grupo Alexandria, que possui mais de 33km de usinas construídas e a projeção para este ano é que esse número seja multiplicado por cinco.

ENERGIA FOTOVOLTAICA EM EXPANSÃO
Dados divulgados recentemente pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) dão conta de que a capacidade instalada de usinas de geração de energia solar fotovoltaica no Brasil superou a marca de 2 mil megawatts (MW), ultrapassou a fonte nuclear no país e hoje representa 1,2% de todo o parque gerador brasileiro. O Paraná segue como quinto maior produtor de energia fotovoltaica do país sendo responsável 5,4% da energia solar produzida no Brasil.

Sobre o Grupo Alexandria:
O Grupo Alexandria é uma empresa que combina experiência e amplo conhecimento no mundo financeiro e de energia. Sua missão é trabalhar com um dos ativos mais antigos do mundo: o dinheiro. Com espírito inovador, absorvidos por toda a tecnologia ao redor, está estruturada por uma rede de pessoas com grande expertise em inovação e investimento.

Sobre a LexTokens:
LexTokens é o ativo digital do Grupo Alexandria, que comercializa projetos de usinas de energia renovável em todo o Brasil. Quanto mais a Alexandria cresce, mais os Tokens valorizam. Já são mais de 33 km de usinas construídas e, em 2019, a projeção é que esse número seja multiplicado por cinco.

Sobre a Universidade Positivo
A Universidade Positivo concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece mais de 50 cursos de Graduação presenciais, quatro cursos de Doutorado, sete cursos de Mestrado, mais de 190 programas de Especialização e MBA, sete cursos de idiomas e dezenas de programas de Extensão. A Universidade Positivo conta com três unidades em Curitiba, uma unidade em Londrina (PR), uma unidade em Joinville (SC), além de polos de Educação a Distância (EAD) em mais de 50 cidades espalhadas pelo Brasil. Em 2018, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric.

FONTE: TERRA