ago 11

SAIBA QUAIS SÃO AS 16 MELHORES FINTECHS BRASILEIRAS

Escrito por: Redação em 9 de junho de 2020

Você provavelmente já ouviu falar sobre as fintechs, mas sabe o que elas significam? Quais são as melhores fintechs brasileiras existentes no mercado?

Para começar, as fintechs são startups que trabalham para inovar e otimizar os serviços do sistema financeiro. Além disso, têm custos operacionais menores comparados às instituições tradicionais do setor.

As fintechs apresentam crescimento cada vez maior, tanto no Brasil quanto no exterior. E isso acontece devido à grande demanda na busca por serviços financeiros mais práticos e descomplicados.

Por isso, essas empresas têm buscado criar produtos inovadores que estão desafiando as instituições financeiras tradicionais.

Elas procuram otimizar os serviços financeiros com apostas tecnológicas e grandes inovações.

Outra vantagem das fintechs é que elas ajudam na educação financeira das pessoas que utilizam essas plataformas.

Isso porque as empresas estão aprimorando os sistemas de pagamentos e até mesmo os investimentos na Bolsa de Valores.

As criptomoedas, como o bitcoin, já são utilizadas por algumas fintechs. A seguir, conheça as 16 melhores fintechs brasileiras.

CONFIRA AS MELHORES FINTECHS BRASILEIRAS

1) Nubank

Nubank, lançado em 2013, é considerado o pioneiro no segmento de serviços financeiros.

Também é conhecido no mercado pelo cartão de crédito digital roxo e por não cobrar tarifas dos clientes.

Outra vantagem é que o banco online não tem burocracia e possui soluções simples e seguras.

2) Bidu

É uma plataforma que realiza comparações de seguros de automóveis, saúde, casa, entre outros.

Fundada em 2012, a Bidu ainda fornece para os clientes serviços de empréstimo pessoal, cartão de crédito e opções de financiamentos.

A ferramenta tem como objetivo mapear  as melhores opções de seguros e produtos financeiros existentes no mercado.

Além disso, funciona ainda como facilitadora de uma eventual contratação, seja ela feita diretamente pela Bidu ou por meio de um dos parceiros da plataforma.

3) GuiaBolso

plataforma está no mercado desde 2014 e é um aplicativo financeiro que permite a sincronização com a conta bancária do usuário.

Dessa forma, é possível analisar e classificar as informações de acordo com o tipo de gasto.

Sendo assim, o usuário pode avaliar os próprios gastos, tendo um melhor controle das finanças.

4) PicPay

PicPay funciona como um aplicativo de pagamento. Nele, o cliente e/ou usuário pode receber ou pagar qualquer pessoa utilizando o saldo da conta ou até mesmo do cartão de crédito.

Além de pagar pessoas, o aplicativo também permite o pagamento de estabelecimentos.

Outra vantagem da plataforma é que se você tem saldo na conta do PicPay e quiser sacar, é possível.

Para isso é necessário transferir para a sua conta bancária diretamente do aplicativo o valor que quiser. Uma informação importante é que o saque leva dois dias úteis.

Vale usar o PicPay? Confira as funções do app de pagamentos

5) Toro Investimentos

Toro Investimentos é conhecida como a primeira fintech brasileira que abriu uma corretora de valores. É importante frisar que ela é totalmente independente dos bancos.

A plataforma oferece praticidade e simplicidade para os usuários na hora de investir.

Permite que uma pessoa tenha a mesma segurança que a poupança, além de ser possível comparar os investimentos para que possa escolher o melhor.

Outra vantagem é que, por meio da Toro Investimentos, é possível conseguir ganhar mais do que pelo seu banco.

6) Creditas

Mais uma das melhores fintechs brasileiras, a Creditas disponibiliza empréstimos com taxas abaixo do mercado para os clientes.

Porém, isso ocorre para aqueles que dão alguma garantia de pagamento, seja um carro ou imóvel.

Na Creditas, além dos juros menores, ainda é possível conseguir um maior prazo para o pagamento e um maior valor de empréstimo.

Quando você usa um bem como garantia é mais fácil até para conseguir parcelas menores.

Muitas fintechs oferecem serviços, como por exemplo, de bancos digitais e cartões de crédito

7) Neon

A plataforma funciona como um serviço financeiro e atua como banco digital. A Neon é uma parceira com o Banco Votorantim, que é responsável pela movimentação de contas correntes digitais.

Além da emissão e validação de cartões de débito, pré-pago e crédito.

Assim como o Nubank, o Neon surgiu da necessidade de facilitar a vida das pessoas, evitando as idas aos bancos, filas, entre outros.

O banco, que é 100% digital, não cobra anuidades dos clientes.

8) QuintoAndar

Com a tecnologia, a forma de alugar um imóvel mudou. A fintech QuintoAndar utiliza tecnologia e design para simplificar a locação de imóveis residenciais.

Por meio da plataforma, é possível alugar um imóvel de forma rápida e sem burocracia. Assim como agendar visitas online.

Para alugar um imóvel pelo QuintoAndar não precisa ter fiador, seguro fiança ou até mesmo depósito caução. Para alugar é necessário apenas ser aprovado na análise de crédito da plataforma.

9) Contabilizei

Entre as melhores fintechs brasileiras também se destaca a Contabilizei. Ela tem como missão democratizar a contabilidade para micro e pequenas empresas em todo o país.

Por meio da plataforma, você pode abrir uma empresa e resolver todos os problemas burocráticos do seu negócio.

Existem dois tipos de serviços de contabilidade que a fintech oferece: empresa de serviço e empresa de comércio.

Os serviços da Contabilizei custam a partir de R$89 por mês.

10) Conta Azul

A plataforma conecta as suas necessidades para a gestão do seu negócio. Ela, por exemplo, une as pequenas empresas com a contabilidade. Assim como bancos, governo e os demais aplicativos.

A fintech ainda disponibiliza um material para te ajudar a aprender sobre empreendimentos.

Conta Azul usa práticas de segurança da informação para proteger todos os seus dados. Para utilizar a plataforma os valores dos planos variam entre R$89,90 a R$249,90.

É importante frisar que esses valores são promocionais.

11) Banco Original

Banco Original é 100% digital. Ele nasceu com a possibilidade de abertura de conta corrente totalmente online.

O que, segundo a instituição, garante a segurança por meio de uma tecnologia de última geração que inclui até com reconhecimento facial.

A cultura e a essência de inovação do Original são de uma startup. Mas, a prática é de um banco sólido, com mais de R$ 11,2 bilhões em ativos.

Por outro lado, ainda apresenta R$2,2 bilhões de patrimônio e R$ 6,4 bilhões em carteira de crédito.

12) PagSeguro 

PagSeguro é um dos meios de pagamento mais conhecidos do país. Principalmente porque atende tanto vendas online quanto offline.

Todos os dias milhares de empresas utilizam a solução, desde marketplaces, e-commerces, estabelecimentos físicos e até blogs.

A plataforma possui uma infinidade de funcionalidades e preza pela segurança das transações.

13) Banco Inter

Diferentemente de outras fintechs, o Banco Inter funciona efetivamente como uma conta corrente. Ou seja, com ela os clientes podem fazer todas as transações características de uma conta aberta em um banco tradicional, mas com a vantagem de ser tudo gratuito e via web.

O banco trabalha com conta digital para pessoa física, pessoa jurídica e MEI. Além de uma conta corrente 100% digital, totalmente livre de tarifas e cartão de crédito sem anuidade, o Banco Inter também oferece outros serviços aos seus correntistas.

No entanto, é importante ressaltar que esses serviços possuem tarifas que variam de acordo com cada um deles.

14) Méliuz

Méliuz, mais uma fintech brasileira, está fazendo sucesso por devolver parte do dinheiro das compras dos consumidores.

Essa modalidade é mais conhecida como cashback e foi uma alternativa encontrada pelos sócio-fundadores Israel Salmen e Ofli Guimarães para os famosos programas de fidelidade.

Na plataforma, existem diversas lojas parceiras que oferecem o cashback e até mesmo uma porcentagem de desconto ao comprar um determinado produto ou na primeira compra. É importante frisar que o valor do dinheiro de volta varia de estabelecimento para estabelecimento.

O aplicativo é simples e atrativo e está conquistando cada vez mais os brasileiros. Ainda existe o site para quem quiser acessar a plataforma pelo notebook.

15) Konkero

Konkero se define como o maior portal independente de finanças pessoais do país. Ao acessar o site, é possível verificar que a plataforma é um guia de serviços e produtos financeiros.

É ideal para quem se interessa por empréstimo pessoal, empréstimo com garantia de imóvel ou carro, financiamento de veículo, entre outros.

A fintech também ainda disponibiliza uma espécie de blog, que conta com diversas dicas de como economizar e ganhar dinheiro, direitos trabalhistas e outros assuntos.

16) Melhor Câmbio

Melhor Câmbio tem como objetivo possibilitar que as pessoas encontrem a casa de câmbio com a melhor cotação, para pagar o menor valor possível. O site oferece cotações ao vivo de dólar, euro e libra.

Ainda é possível realizar a cotação de commodities como ouro, café, petróleo e até mesmo indicadores econômicos como a taxa Selic e IPCA.

COMO FINTECHS TORNAM O EMPRÉSTIMO MAIS BARATO?

Startups do setor financeiro que buscam inovação em serviços, as fintechs têm sido uma ótima oportunidade para os investidores. Isso porque tornam o empréstimo mais barato.

O negócio, por sua vez, é cada vez mais atrativo. Sem falar que as taxas de juros cobradas são bem menores.

Esse fator das taxas reduzidas é possível pois elas são empresas de tecnologia.

Dessa maneira, essas startups desenvolvem ferramentas que conseguem prever o comportamento do consumidor.

Assim, reduzem o risco e previnem fraudes.

CONCORRÊNCIA CRESCE NO MERCADO DAS FINTECHS

A concorrência no mercado de crédito está ficando mais acirrada com o crescimento das fintechs. É o que aponta uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Crédito Digital (ABCD).

O estudo mostra que, em 2018, essas empresas receberam mais de 6,4 milhões de pedidos de crédito de pessoas físicas. Ou seja, quase o dobro do ano anterior.

O total de crédito concedido foi de R$ 1,195 bilhão, 49% acima de 2017. Os dados também mostraram que 79% dos clientes dessas empresas são das classes C , D e E , e 7% deles não têm acesso ao sistema bancário tradicional.

E a tendência é de crescimento. Segundo dados do bureau de crédito americano Experian, a participação das fintechs no mercado de crédito mundial saltou de 22% em 2015 para 44% em março de 2019.

FONTE: https://financeone.com.br/melhores-fintechs-brasileiras/