dez 06

Mercado Pago lança conta remunerada sem tarifa e disputa fatia de bancos

Outra funcionalidade disponível aos clientes da conta Mercado Pago e usuários da plataforma Mercado Livre é o pagamento de contas com QR Code – basta ter um celular com câmera fotográfica para fazer a leitura do código (IStock/Getty Images)

O saldo depositado nas contas digitais terá uma remuneração estimada em 5,2% ao ano, superior ao que rende a poupança hoje

Mercado Pago, empresa de pagamento do grupo Mercado Livre, já oferece contas digitais sem tarifa para seus clientes. A partir desta quarta-feira, 5, o saldo depositado nessas contas terá uma remuneração estimada em 5,2% ao ano, superior ao que rende a poupança hoje.

O diretor do Mercado Pago, Túlio Oliveira, diz que a empresa está apenas devolvendo parte da rentabilidade do dinheiro que os usuários mantêm em suas contas digitais. Pelas regras estipuladas pelo Banco Central, esses recursos devem ficar aplicados em títulos do Tesouro.

A conta digital do Mercado Pago já dá direito a cartão de débito, mas seus clientes também terão acesso a cartão de crédito a partir de 2019. Com todas essas funcionalidades, a empresa passa a disputar clientes com outros bancos digitais, como Nubank e Original, que oferecem contas digitais remuneradas e cartões sem tarifa para seus clientes.

Oliveira diz que os novos recursos permitem que os clientes da conta digital necessitem cada vez menos de uma conta bancária convencional. Pela conta digital é possível transferir dinheiro, receber depósitos, pagar contas, fazer recarga de celular e de bilhete único, por exemplo.

Outra funcionalidade disponível aos clientes da conta Mercado Pago e usuários da plataforma Mercado Livre é o pagamento de contas com QR Code – basta ter um celular com câmera fotográfica para fazer a leitura do código.

Nesta primeira etapa, existem cerca de 50.000 estabelecimentos comerciais cadastrados aptos a receber pagamentos com QR Code, caso dos restaurantes América e das sorveterias Bacio di Latte. O desafio do Mercado Pago é levar o sistema para redes maiores, como supermercados e varejistas de moda.

Para incentivar o lojista, o Mercado Pago oferece condições vantajosas em relação às empresas de maquininhas: não cobra nenhuma tarifa sobre o dinheiro transacionado. Além do desafio de ampliar a rede de estabelecimentos, a empresa também precisa convencer funcionários sobre a facilidade do novo meio de pagamento.

Em outra frente, a empresa também disputa sua fatia no mercado de maquininhas: oferece a Point. As pessoas físicas e jurídicas que utilizam a Point têm acesso a linhas de crédito.

No terceiro trimestre, o Mercado Pago atingiu o marco de mais de 1 milhão de usuários ativos – aqueles que usaram o saldo da conta ou seus próprios cartões de crédito. O volume de pagamentos transacionado pelo Mercado Pago superou pela primeira vez às do marketplace Mercado Livre.

 Conta digital do Mercado Pago

Conta digital do Mercado Pago (//Divulgação)