dez 22

Mambu, uma fintech da nuvem, chega ao Brasil

Uma fintech da computação em nuvem. Assim se define a Mambu, uma empresa que atua na plataforma software as a service para operações financeiras de crédito e serviços bancários digitais, criada em 2011. Para crescer, fechou uma aliança global com a Amazon Web Services. Aqui no Brasil, onde está desembarcando, busca por parceiros estratégicos e criar uma força de venda nacional, revela o líder de expansão de negócios, Edgardo Torre  Caballero .

Em entrevista ao portal Convergência Digital, ele informa que a solução criada pela Mambu já tem 180 implementações no mundo, com 25 clientes nas Americas. No Brasil, já há cliente do segmento financeiro testando a plataforma, que simplifica a adoção de soluções 100% digitais. “O tempo de implementação cai muito. hoje pode ser feito até quatro meses, quando antes podia levar até 12 meses. Na Alemanha, por exemplo, a plataforma é usada para simplificar acesso à crédito para PMEs num prazo de 15 minutos”, conta Caballero .

Segundo ainda o executivo, o Brasil possui, hoje, aproximadamente 400 fintechs consolidadas e aparece como um mercado a ser conquistado. “Não há como não pensar em mercado financeiro sem estar no Brasil”, reforça o presidente da Mambu. Segundo ele, apesar da aliança com a AWS, a empresa é agnóstica ao tipo de infraestrutura a ser utilizada na nuvem”, afirma. A Mambu tem escritório na Alemanha, Estados Unidos, Singapura, Inglaterra e, agora, no Brasil.

A expectativa é tão positiva que a expectativa é alcançar faturamento de 100 milhões de euros nos próximos cinco anos, mas, sem deixar de ser uma fintech. “A Pay Pal tem faturamento de bilhões e nunca deixou de ser uma fintech. A agilidade do SaaS não pode se perder nunca”, completa Edgardo Torre  Caballero . Hoje cerca de três milhões de consumidores utilizam os serviços que rodam na plataforma Mambu no mundo, com 180 milhões de transações sendo realizadas diariamente.

FONTE: Convergência Digital  – por Ana Paula Lobo