Eurofarma cria fundo de US$ 100 milhões para investir em biotechs

O fundo Eurofarma Ventures tem como foco startups que tenham projetos em fase inicial de desenvolvimento de medicamentos.

O limite do aporte da Eurofarma Ventures por startup será de US$ 5 milhões Getty Images

A farmacêutica brasileira Eurofarma anunciou a criação do Eurofarma Ventures, um fundo corporativo de venture capital voltado para empresas de biotecnologia. De acordo com a companhia, o aporte total do programa é de até US$ 100 milhões (cerca de R$ 500 milhões) e tem como foco startups que tenham projetos em fase inicial de desenvolvimento de medicamentos.

O fundo, que compõe a área de inovação da Eurofarma, já opera e, até o momento, está investindo em três biotechs. A expectativa, segundo a empresa, é que os investimentos atendam até 25 startups no prazo de cinco anos, com ênfase em atividades relacionadas aos temas de medicina de precisão, edição genética, novos alvos e inteligência artificial aplicada à descoberta de moléculas.

“Nossa busca é por empresas que tenham uma boa combinação entre uma plataforma robusta de inovação e produtos promissores”, explica Pavel Herman, diretor do fundo. “As soluções podem surgir de modalidades terapêuticas em diferentes graus de maturidade, incluindo moléculas pequenas, anticorpos monoclonais, conjugados, terapias genéticas, entre outras”, complementa.

O limite do aporte por startup e por etapa será de US$ 5 milhões (cerca de R$25 milhões). A farmacêutica avaliará novos investimentos de acordo com a evolução de cada projeto.

“Com o Eurofarma Ventures, queremos estar cada vez mais próximos da inovação radical, apoiando empresas dedicadas a descobertas disruptivas”, afirma Martha Penna, vice-presidente de Inovação da Eurofarma.

FONTE:

https://revistapegn.globo.com/startups/noticia/2023/08/eurofarma-cria-fundo-de-us-100-milhoes-para-investir-em-biotechs.ghtml


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0