jan 12

Elon Musk promete doar ao Signal após polêmica do WhatsApp

Depois de Elon Musk promover o uso do mensageiro Signal no Twitter, o aplicativo ganhou mais destaque. Ele também foi alvo de confusão pelo número de investidores interessados no aplicativo. A “fama” do Signal Private Messenger, financiado apenas por doações de terceiros, acabou gerando um aumento de 1.100% no valor de mercado de outra companhia completamente diferente, a Signal Advance.

 No Twitter, um dos seguidores de Elon Musk chegou a questionar se o executivo já havia contribuído com o financiamento do aplicativo, algo que pode tornar o mensageiro “mais popular e estável” no futuro. O homem mais rico do mundo confirmou que não só já havia doado, como pretende continuar investindo no Signal.

CEO da Tesla x Mensageiro do Facebook

A promoção gratuita do Signal começou com a mudança nos termos de uso do WhatsApp. A partir de fevereiro, o mensageiro do Facebook vai passar a compartilhar dados pessoais dos usuários com outras plataformas da empresa. Como privacidade e segurança são dois pilares do Signal, Elon Musk segue promovendo o uso do aplicativo no microblog.

Não é a primeira vez que Musk utiliza suas redes sociais para criticar algum produto ou serviço do Facebook. Em maio do ano passado, o executivo declarou que o Facebook “era uma m****”. Ainda em fevereiro de 2020, o executivo chegou a pedir que os usuários da rede de Mark Zuckerberg deletassem suas contas.

Sobre o aumento expressivo das ações do Signal, os mantenedores do aplicativo declararam que é “natural que novos investidores se interessem pela companhia”. No entanto, um tuíte postado na última sexta-feira (8) revelou que essas ações não têm nenhuma relação com o aplicativo.

De acordo com o Signal, sua empresa é independente e se encaixa no item ‘501c3’ da legislação tributária norte-americana, que trata de organizações sem fins lucrativos com direito a isenção de impostos. As doações para a companhia são feitas através do próprio site oficial do Signal.

Como baixar o Signal

O mensageiro da Signal Foundation está disponível para diversas plataformas. Imagem: Ascannio/Shutterstock

Agora exaltado por Elon Musk, o Signal foi criado por Moxie Marlinspike, coautor do mesmo protocolo de encriptação utilizado por grandes nomes do segmento como o Skype e o próprio WhatsApp.

O Signal Private Messenger está disponível para Android e iOS. O aplicativo também funciona no Windows, Mac e Linux.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2021/01/12/noticias/elon-musk-promete-doar-ao-signal-polemica-whatsapp/