abr 23

Coinbase compra Earn.com e nomeia Balaji Srinivasan como seu primeiro CTO

A Coinbase anunciou sua mais significativa aquisição até hoje. A empresa comprou a Earn.com, uma empresa norte-americana que permite que os usuários recebam pagamentos em bitcoin quando respondem e-mails ou concluem determinadas tarefas. Além disso, a Coinbase nomeou o cofundador e CEO da Earn.com, Balaji Srinivasan, como seu primeiro CTO. De acordo com a rede de criptomoedas sediada em São Francisco, o resto da equipe fará a transição também.

Essa é a quinta aquisição da Coinbase até hoje – a mais recente foi um acordo para comprar o Cipher Browser na semana passada. Mas o acordo com a startup não foi uma surpresa. A Coinbase já tinha informado no mês passado que ela e a Earn.com estavam negociando. Os termos da transação não foram divulgados, mas a Axios afirmou que as empresas haviam discutido um preço de compra de mais de US$ 100 milhões.

Fundada como uma operação de mineração de bitcoin secreta em 2013, a Earn.com rapidamente levantou mais de US$ 100 milhões. Srinivasan foi um cofundador inicial, mas recuou das operações diárias para assumir um papel em tempo integral na Andreessen Horowitz. Dois anos depois, ele retornou ao cargo como CEO, quando a empresa tinha um ano de vida e arriscou grandes compromissos de capital que não poderia pagar.

Juntamente com a CFO Lily Liu, Srinivasan redirecionou a empresa para oferecer um serviço que recompense os usuários financeiramente por responder e-mails e concluir tarefas. Hoje, de acordo com ele, a empresa – que foi renomeada para Earn.com no ano passado – é lucrativa, com uma receita anual de oito dígitos e com “centenas de milhares” de usuários. “Estou orgulhoso do fato de termos transformado o que poderia ter sido um desastre em um produto de sucesso e estou animado com o caminho a seguir”, disse ele ao TechCruch.

Srinivasan disse que uma grande parte de seu papel na Coinbase é olhar para tecnologias emergentes – mesmo com a abordagem conservador da Coinbase com outras criptomoedas. “Há muitas coisas incríveis acontecendo”, disse ele. “Uma grande parte do meu trabalho será pegar todas essas coisas que estão acontecendo agora classificá-las se podemos usá-las para criar novos produtos para nossos usuários.”

A outra parte, segundo ele, é evangelizar o conceito de blockchain em si, além das moedas criptografadas como investimentos. De acordo com o TechCrunch, agora é possível esperar que o CTO apareça em eventos e, em geral, tenha uma presença mais ampla na mídia – já que a Coinbase quer consolidar sua posição como líder em blockchain e criptografia.

FONTE: StartSe