jan 11

Carros elétricos e híbridos já vendem mais que modelos a gasolina na Noruega

Modelos eletrificados (elétricos e híbridos) responderam por 52% das vendas no ano passado na Noruega, graças a incentivos fiscais e outros benefícios

O Golf (na foto, na versão híbrida, GTE) foi o modelo mais vendido na Noruega no ano passado. Foto: Bobby Yip/Reuters

Pela primeira vez, a venda de automóveis híbridos e elétricos superou a de modelos com motores a combustão. De acordo com a agência Reuters, o fato ocorreu na Noruega, país que concede diversos benefícios fiscais para incentivar a substituição de automóveis que utilizam combustíveis fósseis por modelos movidos a eletricidade, ou que combinem motores elétricos e de combustão.

Graças a isso, em 2017 os veículos eletrificados responderam por 52% do total de vendas, um avanço significativo diante dos 40% de participação em 2016.

Além de incentivar a venda de carros “limpos” por meio de isenção de impostos, a Noruega utiliza outros modos de aumentar a atratividade de veículos eletrificados. Como exemplos, há estacionamentos gratuitos ou com preços subsidiados, além de isenção de pagamento de pedágio, transporte gratuito em balsas e recarga de bateria igualmente de graça.

Como no Brasil, praticamente a totalidade da energia elétrica é considerada “limpa”, porque é gerada por usinas hidrelétricas.

Os modelos mais vendidos do país no ano passado foram Volkswagen Golf, BMW i3, Toyota RAV4 e Tesla Modelo X. Este último é puramente elétrico, enquanto os demais são elétricos ou híbridos.

Ao mesmo tempo em que a venda de eletrificados aumenta, a Noruega registra queda na comercialização de modelos a diesel: a participação de carros movidos a óleo combustível caiu de 31% em 2016 para 23% no ano passado.

Ainda de acordo com informações da Reuters, alguns pedágios da Noruega cobram tarifas mais caras de veículos a diesel.

FONTE: ESTADÃO