ago 13

Burger King Brasil terá hambúrguer com carne vegetal da Marfrig

Lançamento do Rebel Whopper está previsto para o dia 10 de setembro e segue tendência internacional da rede de fast-food

Burger King terá, a partir do dia 10 de setembro, um lanche com hambúrguer de carne vegetal (ou carne plant-based) em laboratório pela Marfrig. O Rebel Whopper contará com sabor, aroma e textura semelhante à carne bovina, mas feito à base de vegetais.

 O nome Rebel Whopper foi escolhido internacionalmente para os sanduíches com carne vegetal da rede de fast-food, e já está à venda na Suécia. Apenas nos EUA o lanche se chama Impossible Whopper, por causa da fornecedora do hambúguer sem carne que, no país, é a startup Impossible Foods.

Segundo o Estadão, o lanche será distribuído inicialmente para 58 lojas em São Paulo, e progressivamente atingirá toda a rede brasileira do BK. A opção vegetariana, feita de batata e cogumelo, continua no cardápio.

A Marfrig, gigante do mercado de carne bovina, anunciou na última terça-feira (6) que iria iniciar a produção de hambúrguer vegetal em parceria com a processadora de grãos ADM. O Burger King será o primeiro canal de comercialização do novo produto, que também será vendido no varejo. A receita do hambúrguer do Rebel Whopper, no entanto, é exclusiva do fast-food e diferente da vendida em outros estabelecimentos pela Marfrig.

Mercado de carne vegetal

Segundo o Globo, o mercado estimado de carnes à base de planta vai movimentar US$ 140 bilhões em dez anos no mundo – atingindo 10% do valor que a carne animal representa globalmente. Hoje, já existem alguns players se consolidando no mercado, antes da Marfrig.

Nos EUA, os principais representantes são a Beyond Meat e a Impossible Foods. A primeira, inclusive, realizou um IPO com alta valorização na bolsa norte-americana. No Brasil, quem tomou a dianteira deste mercado é a Fazenda Futuro, que já está expandindo para o mercado latino-americano. Além da Marfrig, a startup começa a enfrentar concorrentes no Brasil, como a Behind The Foods.

FONTE: STARTSE