ago 12

Voltz terá centro de inovação para desenvolver estações de recarga para motos

Voltz, startup brasileira que fabrica motos elétricas, entrou em um consórcio tecnológico com a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), com o objetivo de construir um centro de inovação em mobilidade elétrica na capital pernambucana.

O novo centro, uma iniciativa que a companhia está tocando com a Facepe, Universidade Federal do Pernambuco (UFPE) e Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), terá como foco o desenvolvimento de sistemas de apoio ao planejamento logístico e operacionalização das estações de troca de baterias para as motos da montadora – as chamadas Estações Voltz.

“Este projeto tem como objetivo desenvolver modelos de tratamentos de dados para alimentar um modelo de decisão e gerenciamento das localidades de instalação das estações de trocas, bem como maximizar o uso das baterias baseando-se nas rotas e hábitos dos usuários, melhorando o consumo de energia e melhores rotas de transporte”, disse ao Startups o sócio e CMO da Voltz, Manoel Fonseca.

O acordo tem a duração prevista de 36 meses e prevê o investimento financeiro da Facepe, enquanto a parte da Voltz contemplará a transferência de tecnologia e apoio na montagem de um novo laboratório no Centro de Informática da UFPE para elaboração e acompanhamento das atividades. Valores não foram abertos e, de acordo com a montadora, ainda estão sendo definidos os escopos de cada etapa do projeto.

“O consórcio chega em um momento em que cresce a necessidade de estar ainda mais à frente da demanda por transporte urbano moderno e alinhado às diretrizes sócio-ambientais no Brasil. As tecnologias a serem desenvolvidas no escopo deste projeto serão base para a mobilidade em duas rodas baseada nas estações de troca de bateria, perpassando o principal entrave que existe hoje na adoção dos veículos elétricos no país”, avalia Renato Villar, CEO da Voltz.

Estações Voltz

Na visita que o Startups fez à recém-inaugurada fábrica da Voltz em Manaus em maio, a empresa falou de seus planos de crescimento no mercado nacional, e deu detalhes sobre como as Estações Voltz participam desta estratégia.

As estações são armários em que condutores podem rapidamente trocar a bateria vazia de sua moto por uma carregada, utilizando o app Voltz. A tecnologia foi iniciada este ano em um piloto com o iFood, em que os motoboys tiveram a opção de comprar o modelo EVS Work por um preço reduzido: R$ 9.999.

Por que tão barato? A moto foi vendida sem a bateria, componente que representa 40% do valor total. Ela vem com uma bateria “emprestada” pela montadora e que pode ser trocada nas estações de recarga. Para ter esse acesso, é necessário pagar uma mensalidade, em planos que variam de acordo com a quilometragem rodada. “É uma alternativa que dá uma autonomia praticamente infinita aos condutores”, destaca Manoel.

Segundo destacou Manoel Fonseca na ocasião, o plano da empresa para 2022 é o de investir na expansão de postos com a Estação Voltz, com a opção também sendo estendida aos consumidores finais, inclusive com a opção de comprar motos sem bateria a preços reduzidos.

FONTE: https://startups.com.br/noticias/voltz-tera-centro-de-inovacao-para-desenvolver-estacoes-de-recarga-para-motos/