out 07

Unicórnios: conheça as startups que valem mais de US$ 1 bilhão

Conhecer como funcionam os unicórnios é uma forma de entender as particularidades do mercado de renda variável.

Unicórnios, além de ser o nome de um animal mitológico, é o nome de um tipo de startup que chegou ao US$ 1 bilhão em valuation.

Portanto, conhecer como funcionam os unicórnios é uma forma de entender as particularidades do mercado de renda variável.

O que são startups unicórnios?

Unicórnio é o nome dado a startups e empresas de tecnologia que possuem valuation de mais de US$ 1 bilhão antes destas abrirem o seu capital na bolsa de valores. Ou seja, para as empresas serem consideradas unicórnios, elas devem possuir um valor de mercado superior a US$1 bilhão.

Sendo assim, essa métrica de precificação de uma startup unicórnio vem apenas a partir das rodadas de investimento das quais a startup participou com investidores anjo, fundos de private equity, venture capital e outros.

O termo startup unicórnio surgiu em 2013 pela investidora Aileen Lee, que comparou a dificuldade de achar negócios desse tipo com a dificuldade de achar unicórnios.

Portanto, fica claro que essas empresas trataram-se de boas oportunidades de investimentos para os fundos de investimento e outros tipos de investidores que alocaram seu capital nessas companhias.

Como funcionam as startups unicórnio?

Em primeiro lugar, vale notar que uma empresa unicórnio possui diversas particularidades que as diferenciam dos outros tipos de companhia.

Por exemplo: os unicórnios tornam-se mais relevantes do que outras startups por inovarem seus setores de atuação — muitas vezes mudando a realidade de todo o mercado.

Esse é o caso que aconteceu, de fato, com a Uber: desde a sua fundação, o transporte público mudou no mundo, especialmente no setor de táxis, que passou a ter um concorrente direto.

É o caso, além disso, do Spotify, que modificou a forma de consumir músicas e podcasts. Hoje em dia, os serviços de streaming são a principal forma de consumir essas mídias.

Dessa forma, essas empresas crescem de forma relevante e ganham muito valor de mercado antes mesmo de abrir o capital na bolsa de valores.

Quais as características das startups unicórnio?

Essas empresas, de fato, possuem vantagem em suas respectivas áreas por serem pioneiras nos seus produtos e serviços.

Empresas desse tipo estão constantemente investindo em pesquisa e desenvolvimento para trazer mais inovação em suas operações e, com isso, alcançar mais rentabilidade para seus investidores.

Vale notar, ainda, que empresas desse tipo costumam passar por diversas rodadas de investimento, nas quais fundos e investidores anjo alocam seu capital.

Por fim, empresas assim costumam priorizar um bom atendimento aos seus clientes, diferenciando-se de empresas tradicionais, que costumam sofrer com um mau atendimento.

Quais as startups unicórnio mais conhecidas no mundo?

Os unicórnios mais populares são empresas que já ganharam espaço relevante no mercado. Algumas das principais são:

  • Uber: a empresa revolucionou o mercado de transportes particulares, permitindo chamar motoristas com um aplicativo de celular.
  • AirBnB: essa companhia permite que donos de imóveis e possíveis locadores entrem em contato sem a necessidade de um intermediário.
  • SpaceX: empresa de exploração espacial liderada por Elon Musk que tem como um dos objetivos levar humanos para Marte.
  • Spotify: o Spotify mudou a forma como se ouve música e podcasts, permitindo uma forma totalmente diferente de monetizar esse mercado.
  • Canva: esse software permite que pessoas possam fazer seus próprios designs e edição de vídeo gratuitamente.
  • Shein: empresa chinesa de fast fashion muito famosa entre influenciadores digitais pela grande variedade de peças e preço acessível.
  • Stripe: a Stripe busca facilitar a forma de fazer pagamentos online, permitindo até mesmo pagar para pessoas de outros países.
  • Grammarly: software de correção gramatical que pode ser integrado com diversos navegadores e programas de computador e celular.
  • Nubank: unicórnio brasileiro que revolucionou o mercado de fintechs no país, dando mais praticidade para realizar operações bancárias.

Fica claro que é possível fazer diversos tipos de investimentos em unicórnios, pois estes atuam em diversos setores.

Quais os benefícios de ser uma startup unicórnio?

De fato, possuir um valuation de mais de US$ 1 bilhão é fundamental para um negócio, pois é um grande benchmark de crescimento: isso prova que a empresa pode crescer suas operações até chegar na casa dos bilhões.

Além disso, torna-se mais fácil para a startup conseguir levantar capital em novas rodadas de investimentos com investidores com perfil de risco mais arrojado, sejam eles nacionais ou estrangeiros.

É possível notar, ainda, que países que possuem muitos unicórnios atraem mais investidores por causa de sua credibilidade no mercado empreendedor.

Ou seja: investir em unicórnios pode levar capital para o próprio país de origem, seja através de maior credibilidade ou de forma indireta por meio dos impostos.

Por fim, isso pode trazer também mais empregos ao país, o que fará com que mais pessoas tenham capital para consumir, gerando um ciclo virtuoso na economia local.

Como investir em startups unicórnio?

De fato, investir em empresas desse tipo de forma direta pode ser difícil, uma vez que esses investimentos em unicórnios são voltados para investidores institucionais.

Além disso, essas empresas possuem a maior multiplicação de capital em suas primeiras fases, o que faz o investimento ser menos atrativo quando ele chega na bolsa.

Entretanto, é possível investir em empresas desse tipo por meio dos Fundos de investimento em participações (FIP), que compram participações relevantes nas empresas para atuar em sua gestão.

Há, ainda, os fundos mútuos de investimento em empresas emergentes (FMIEE), que buscam encontrar companhias que possam multiplicar seu capital.

Existe, por fim, os crowdfunding de investimentos, em que investidores se juntam para comprar participações em uma empresa.

Por outro lado, existe a possibilidade de esperar que a empresa abra seu capital na bolsa de valores para que seja possível comprar suas ações em uma corretora.

No entanto, o potencial de retorno sobre esse investimento é menor do que nas fases de capital fechado, de forma geral.

FONTE: https://exame.com/invest/guia/unicornios-conheca-as-startups-que-valem-mais-de-1-bilhao-de-dolares/