fev 06

A UE tem uma toolbox para garantir a segurança das redes 5G

Nesta “caixa de ferramentas” europeia estão as medidas para uma estratégia coordenada entre os Estados-membros, com o objetivo de diminuir os principais riscos relacionados com a adoção do 5G. Uma factsheet explica tudo.

As ameaças à cibersegurança estão a aumentar e a tornar-se cada vez mais sofisticadas. Uma vez que muitos serviços críticos dependerão das redes 5G, garantir a segurança destas redes é de suma importância estratégica para toda a União Europeia (UE).

A tecnologia 5G será um importante elemento facilitador de futuros serviços digitais em áreas fundamentais da vida dos cidadãos. Vão estar em causa milhares de milhões de objetos e sistemas conectados, nomeadamente em setores críticos como a energia, os transportes, a banca e a saúde, bem como sistemas de controlo industriais que transmitem informações sensíveis e servem de base a sistemas de segurança.

Ao mesmo tempo, as redes 5G oferecem aos atacantes mais potenciais pontos de entrada, devido à sua arquitetura menos centralizada, à capacidade computacional inteligente de proximidade, à necessidade de um maior número de antenas e à sua maior dependência de software.

A Comissão Europeia quer garantir que tudo corre pelo melhor e por isso estabeleceu um conjunto de instrumentos, assente em medidas abrangentes, que tem em vista uma estratégia coordenada para fazer frente aos riscos de segurança da implementação da quinta geração de redes móveis.

FONTE: SAPO TEK