jun 23

Uber passa a deter 100% da startup chilena Cornershop por mais de US$ 1,4 bilhão

A startup chilena de entrega de alimentos Cornershop é oficialmente da Uber. Na última segunda-feira (21), a empresa especializada em transporte de passageiros informou a aquisição dos 47% restantes de participação na companhia do Chile por mais de US$ 1,4 bilhão.

Vale lembrar que cerca de 53% de participação da Cornershop já haviam sido adquiridos pela Uber em 2019, embora o negócio tenha sido aprovado apenas no terceiro trimestre do ano passado por conta da aprovação da operação pelas autoridades regulatórias.

Com a recente transação, a Uber torna-se dona integral do serviço de delivery chileno, presente no Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, México e Peru.

“Hoje, estamos anunciando que a Uber vai adquirir 100% da Cornershop”, publicou, na última segunda, Oskar Hjertonsson, CEO e cofundador da Cornershop. “Estou muito orgulhoso de que nos tornaremos uma parte essencial da plataforma e da missão de tecnologia global da Uber”, completou.

O pagamento pelos 47% restantes de participação da Cornershop será feito por meio de ações da Uber. Hjertonsson e Daniel Undurraga, também cofundador da startup chilena, vão receber 29 milhões de papéis da empresa de transporte de passageiros. Como cada ação foi cotada em US$ 49,31, o acumulado resulta em um negócio de US$ 1,4 bilhão.

Aquisição integral da chilena Cornershop deverá reforçar os serviços de delivery da Uber. Foto: Cornershop/Divulgação

Foco no delivery

A aquisição integral da Cornershop indica os esforços da Uber para reforçar os seus serviços de delivery de comida, que, diferentemente do transporte de passageiros, tem ajudado a equilibrar o caixa da empresa.

 Vale lembrar que a companhia reportou um prejuízo de US$ 108 milhões no primeiro trimestre deste ano. As receitas com o transporte de passageiros acumularam “apenas” US$ 852 milhões durante o período, bem abaixo dos US$ 2,4 bilhões reportados nos três primeiros meses do ano passado.

Em contrapartida, o bom desempenho do serviço de delivery da companhia — cuja receita atingiu US$ 1,7 bilhão (alta de 230% ano a ano) — foram essenciais para evitar prejuízos ainda maiores.

E o cenário pode ser ainda mais positivo com a aquisição da Cornershop. O lançamento dos serviços da chilena em parceria com a Uber no Brasil foi um sucesso em 2020. As perspectivas tornam-se ainda melhores já que ambas deverão operar como uma única empresa a partir de agora.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2021/06/22/pro/uber-assume-100-por-cento-da-cornershop-por-mais-de-14-bilhao/