fev 14

Toyota cria câmbio manual para carros elétricos

patente foi registrada no Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos em junho de 2021 e publicada na última quinta-feira (10). Ela descreve algo que, dependendo a quem você perguntar, pode ser completamente inútil ou o que finalmente convence a pessoa a enfim dar o passo adiante: câmbio manual para carros elétricos.

Carros elétricos não possuem caixa de marchas. O motor elétrico pode funcionar, com torque ideal, já nas primeiras rotações, e tem uma rotação máxima muito maior que um a combustão interna. Já um motor a combustão interna, tem uma faixa ideal de rotação (RPM) na qual se obtém o torque necessário, e essa faixa é curta. Por isso um motor elétrico pode simplesmente não ter câmbio, mas usar de taxa de redução de engrenagens fixa, ou motores direto nas rodas, enquanto um motor convencional necessariamente precisa de um câmbio, automático ou manual.

Sendo assim, com raras exceções, como o Porsche Taycan, não há como ter câmbio manual em elétricos porque não tem câmbio nenhum. Um câmbio pode até ser criado, mas cria um peso extra em carros que já são muito pesados, por causa das baterias.

O câmbio manual tem adeptos, porque ele permite “sentir” mais o carro, decidir estender ou encurtar marchas – meio que, digamos, lutar com o motor (e vencer). É um tipo de esporte para os fãs. E esses temem que o eventual fim do motor a combustão interna acabe com o prazer de usar um câmbio manual.

Pensando nesse tipo de público, a Toyota pensou num sistema de câmbio manual para carros elétricos A ideia, segundo a montadora, seria “fornecer um veículo elétrico que fosse capaz de fornecer a sensação de conduzir um carro a combustão sem experimentar as dificuldades inerentes a um modelo a combustão”.

Não é a primeira concessão que uma empresa faz ao público tradicionalista. Elétricos costumam contar com um ruído simulado (isto é, falso) do motor, para dar a sensação que ele está rugindo com o esforço – mesmo que às vezes isso soe mais como nave espacial do que carro.

Patente da Toyota descreve câmbio manual para carros elétricos
Reprodução/Escritório de Patentes e Marcas dos EUA

Como funcionaria

A simulação não fica só em haver um câmbio manual. De acordo com a Toyota, uma espécie de indicador seria instalado no carro para que o motorista mudasse do modo elétrico para o “manual”. Neste último regime, seriam ativadas simulações eletrônicas de embreagem e manopla de câmbio. Elas funcionariam por meio de um terceiro pedal equipado com um “gerador de força de reação” que vibraria para imitar a sensação de uma embreagem arrastando um volante e empurraria o pé do piloto.

Atrelado ao câmbio, também estaria um “atuador de força de reação” que amoleceria com o pedal de embreagem pressionado para funcionar como uma manopla conectada a uma caixa de marchas real. Dependendo da posição, um módulo do controle no trem de força iria variar a saída com base nas rotações simuladas do motor, que seriam mostradas num tacômetro. De acordo com a Toyota, o motor elétrico simularia até mesmo o automóvel em ponto morto.

Como se trata de uma patente, não há previsão de que essa caixa de câmbio manual para carros elétricos chegue ao mercado. O site Carbuzz especula que um futuro Toyota GR Supra a bateria venha com a tecnologia, mas ao menos por enquanto a montadora japonesa não acenou em nenhum momento em relação à implantação de tal tecnologia.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2022/02/14/carros-e-tecnologia/toyota-inventa-cambio-manual-para-carros-eletricos/