mar 14

A todo o vapor, setor de franquias forma mercado bilionário no ES

Serviços e Alimentação estão entre os segmentos com maior demanda no mercado de franchising; saiba mais.

Microfranquia de energia solar apresenta modelo de negócio em home office que solicita investimento de R$ 35 mil para empreender. (Getpower Solar/Divulgação)

O setor de franchising, ou franquias, tem passado por um momento de crescimento em território brasileiro e, no Espírito Santo, não é diferente. A abertura desse modelo de negócio tem ganhado bastante força nos últimos anos

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de franquias no Espírito Santo apresentou faturamento acima de R$ 1,023 bilhão no 3º trimestre de 2022, um crescimento de 33,5% em comparação com o mesmo período de 2021. Os números anuais ainda não foram divulgados.

Ainda segundo a pesquisa, o Estado contabiliza 3.070 unidades franqueadas, sendo os segmentos com maior participação os de Serviços e Outros Negócios, com 20,9%; seguido por Alimentação – Food Service (16,3%); Saúde, Beleza e Bem-Estar (14,7%); e Moda (13,8%). Além disso, esses negócios geram 26.467 empregos diretos.

O analista da Unidade de Inovação e Mercado do Sebrae Espírito Santo, Felipe Tackla, explica que um dos motivos pelos quais as franquias têm ganhado espaço é o fato de que estão entre os investimentos com menor risco para quem deseja abrir seu próprio negócio.

“O modelo de franquias é mais interessante do que o resto porque já foi testado no mercado e teve eficiência comprovada. Geralmente, costuma-se franquear uma empresa com mais de cinco anos de mercado e isso facilita para o empresário que não tem tanta experiência. Ele entra em um negócio mais consolidado e tem todo um suporte.”

Ainda assim, Tackla explica que a opção por abrir uma franquia deve ser feita com cautela, porque será preciso seguir regras e cumprir certas obrigações com a marca. Isto é, o empreendedor não será o dono da marca e não terá poder de decisão sobre vários aspectos do negócio.

Tackla observa ainda que, da mesma forma que o empreendedor pode adquirir uma franquia, também pode optar por franquear um negócio já consolidado e que tenha interesse em expandir.

“No Sebrae, a gente tem algumas consultorias que auxiliam o empresário que tem interesse em expandir. Primeiramente, é feita a análise do negócio, para ver se tem perfil ou se a melhor opção é franquear o negócio, se é rentável para ele. É dado um direcionamento para desenvolver o plano de negócios, a parte de finanças e marketing, e também ajudar na redação da circular de ofertas e franquias.”

A Getpower Solar é uma das franquias que nasceram no Espírito Santo. A empresa surgiu em Vitória, em 2018, e hoje já conta com 25 unidades em diferentes locais, conforme explica o CEO, Victor Peixoto.

Além de atuar no Estado, a empresa do ramo de energia solar já conta com franquias nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e, recentemente, abriu uma unidade em Fortaleza, no Ceará.

“Até pela proximidade com o cliente, entendemos que o melhor modelo seria o de franquias. Quando começamos a atender São Mateus, Alegre e outras regiões, vimos que era um modelo que fazia sentido, principalmente quando a gente fala em energia solar. É um mercado que ainda tem muito a ser explorado.”

FONTE: https://www.agazeta.com.br/es/economia/a-todo-o-vapor-setor-de-franquias-forma-mercado-bilionario-no-es-0323