jul 09

Tesla diz estar à beira da ‘automação completa’ — e já vale 11 Fords

Pedro Arbex no BRAZIL JOURNAL

A Tesla disse hoje que seus carros autônomos estão “muito próximos” de atingir o ‘nível 5’, o último estágio da tecnologia, em que o veículo consegue transitar por qualquer terreno ou ambiente sem o motorista, tornando até o volante uma peça opcional no carro. A declaração foi feita por Elon Musk, num vídeo veiculado esta madrugada na abertura da Conferência Mundial de Inteligência Artificial, em Shanghai. “Continuo confiante de que vamos ter as funcionalidades básicas do ‘nível 5’ de automação completas ainda neste ano,” disse ele. “Eu acho que não restam mais desafios fundamentais para o nível 5 de automação. Existem muitos pequenos problemas, e há o desafio de resolver todos eles e depois juntar todo o sistema, e continuar resolvendo a cauda longa de problemas.” Caso a promessa se concretize, a Tesla será a primeira empresa de carros autônomos a chegar neste estágio de desenvolvimento. Na corrida pelo carro autônomo, a Tesla compete com a Waymo (uma divisão do Google) e a Cruise (da GM), ambas atualmente no ‘nível 4’ de automação, além da Uber e Amazon, que estão em estágios mais iniciais. Desde 2016, a Tesla já vende um pacote que descreve como “full self-driving” e que pode ser adicionado aos carros por um preço que foi crescendo ao longo dos anos (hoje o pacote custa US$ 8 mil). Mas apesar do nome, a tecnologia ainda demanda um motorista no comando. Se o carro detectar que não há mãos no volante por um determinado tempo, ele começa a reduzir a velocidade até parar. A notícia chega num momento em que a Tesla vive seu melhor momento operacional da história. No primeiro trimestre, a empresa vendeu mais de 88 mil carros, superando as expectativas do mercado. A fabricante teve um lucro por ação de US$ 1,24, enquanto o consenso do mercado esperava um prejuízo de US$ 0,38 — e o resultado veio apesar de algumas de suas fábricas estarem fechadas na China por conta da covid. O segundo trimestre está com pinta de ser ainda melhor. Num email aos funcionários da empresa no final de junho, Musk mostrou otimismo com o trimestre: “o breakeven está super perto. Cada carro que construímos e entregamos faz diferença. Por favor façam de tudo para garantir a vitória!” Nos últimos meses, as ações da Tesla decolaram como os foguetes da SpaceX, multiplicando por mais de 3x desde o início do ano e tornando a companhia a fabricante de carros com o maior valor de mercado do mundo. Hoje, a Tesla vale US$ 257 bilhões na Nasdaq — o equivalente a 7 General Motors e 11 Fords. A segunda montadora mais valiosa é a Toyota (US$ 200 bilhões).

FONTE: https://braziljournal.com/tesla-diz-estar-a-beira-da-automacao-completa-e-ja-vale-11-fords