nov 18

SUV elétrico Fisker Ocean traz uma tela giratória “para usar como celular”

O SUV Fisker Ocean foi apresentado agora no LA Auto Show 2021, confirmando ser o novo player elétrico no mercado e trazendo um recurso muito bacana de tela giratória. Com 17,1 polegadas, o display sensível ao toque no interior do veículo pode ser configurado na posição retrato ou paisagem.

Parte interna do Fisker Ocean mostrando a tela giratória
Imagem: Divulgação/Fisker

Na apresentação de seu SUV elétrico, o CEO da empresa californiana, Henrik Fisker, gesticulou – imitando o uso de um celular – para explicar do que se trata a função. “Quando você usa seu telefone e digita nele, você o segura assim, e quando tira uma foto ou quer assistir a um filme, vira o telefone”. Confira como funciona:

Tela giratória só para quem pode

Aqueles que quiserem ter uma tela giratória em seus veículos terão que desembolsar US$ 68.999 (cerca de R$ 381.575, desconsiderando diferenças de impostos ou taxas), já que ela está disponível apenas no Fisker Ocean Extreme, versão com acabamento superior. A versão de lançamento do SUV, de edição limitada, o Fisker Ocean One (que custa o mesmo que o Extreme), também traz esse recurso que, como a empresa disse em um post no Twitter, deixa mais fácil assistir a filmes nas viagens.

Preso ao acabamento superior do Ocean, está o teto solar que, segundo a Fisker, será capaz de capturar energia suficiente do Sol para alimentar cerca de 2.414 km de condução por ano. As variantes mais poderosas do veículo também contam com um sistema de som melhor, assentos dianteiros e traseiros aquecidos e alguns outros recursos exclusivos.

Sem tela giratória e custando R$ 100 mil a menos

Sem tanta extravagância, como uma tela giratória por exemplo, estão o modelo intermediário Ocean Ultra e o modelo básico Ocean Sport. Seus valores são, respectivamente, US$ 49.999 e US$ 37.499 (aproximadamente, R$ 276.502 e R$ 207.375, nesta ordem, em conversão direta hoje, 18/11).

A Fisker diz que vai oferecer uma opção de aluguel flexível com tudo incluído para o Ocean Sport, custando US$ 379 por mês (ou R$ 2.096, com uma “taxa de iniciação e ativação” custando algo como R$ 16.585), tendo um limite anual de direção em cerca de 48 mil km.

SUV elétrico visto de lado
Imagem: Divulgação/Fisker

Este modelo básico do veículo oferece por volta de 400 km de alcance, que terá bateria em fosfato de ferro e lítio de responsabilidade da chinesa Contemporary Amperex Technology Limited (CATL). De composição inferior às células de óxido de lítio-manganês-cobalto, essa bateria vai enviar energia para um motor único do Ocean Sport, dotado de 275 cavalos de potência em seu pico. A versão também possui um sprint de 0-100 km/h em 6,9 segundos.

Com baterias melhores (de óxido de lítio-manganês-cobalto), o Ocean Ultra e o Ocean Extreme podem estender o alcance para 547 km e 563 km respectivamente. Esses dois acabamentos trazem uma configuração de tração nas quatro rodas e usam dois motores elétricos.

A configuração de motor duplo no Ocean Ultra irá gerar até 540 cavalos de potência e pode atingir 100 km/h em 3,9 segundos. Já o Ocean Extreme atinge 550 cavalos e possui um sprint de 0-100 km/h em 3,6 segundos.

Todos os três acabamentos do SUV Ocean virão com o sistema avançado de assistência ao motorista que a Fisker está desenvolvendo. Além disso, a empresa diz que todas as três versões do Ocean serão capazes de carregar outros carros elétricos ou a casa do proprietário.

Fisker Ocean visto de trás
Imagem: Divulgação/Fisker

Fora os painéis solares nos acabamentos superiores, na linha de seu posicionamento junto à responsabilidade ambiental, a Fisker faz uso de materiais reciclados no interior do elétrico Ocean. A versão final do SUV elétrico revelada agora é a que será construída no final do próximo ano pela fornecedora automotiva austríaca Magna. Para outros modelos futuros, a empresa deverá contar com a Foxconn, montadora dos iPhones da Apple.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2021/11/18/carros-e-tecnologia/suv-eletrico-fisker-ocean-traz-uma-tela-giratoria-para-usar-como-celular/