set 17

Startups Israelenses de maconha apresentam seus produtos em Nova York

Primeiro Simpósio Israelense de Investidores em Cannabis mostrou a investidores norte-americanos inovadora indústria israelense

Quando as pessoas pensam em Israel, não é exatamente a palavra ‘cannabis’ que vem à mente. Mas um grupo de investidores está dizendo que, sim, deveria ser. Eles se reuniram em Nova York na semana passada para apresentar as novas startups israelenses da maconha.

O iCan Connect, o primeiro Simpósio Israelense de Investidores em Cannabis em Nova York , proporcionou a 130 investidores a oportunidade de aprender sobre a inovadora indústria israelense de cannabis, conhecer executivos e pesquisadores e ainda avaliar oportunidades de investimento.

Foram apresentadas dez startups israelenses de cannabis, incluindo a Fotonica Bio-Lighting Solutions, a iCANsee (pioneira na distribuição ocular de canabinóides) e a CannaDu, um fundo de investimento em cannabis medicinal e ciências da vida.

Saul Kaye, fundador e CEO da CannaTech (organização por trás do iCan Connect) iniciou a empresa há cinco anos, após duas décadas de trabalho em produtos farmacêuticos de varejo. “A maconha apareceu e fiquei incrivelmente intrigado”, afirmou ele ao The Jerusalem Post .

O encontro de um dia reuniu empresas e empreendedores maduros de cannabis e empresários de Israel com investidores qualificados, escritórios familiares, gerentes de dinheiro, empresas de capital de risco, fundos de private equity e investidores institucionais.

FONTE: SECHAT