out 24

Startup que leva IA ao alto mar recebe investimento de R$ 10 milhões

Tidewise promete redução de custos e menor impacto ambiental com embarcação não tripulada.

Startup da Semana: Tidewise

O quadro traz às segundas o raio-x de uma startup que anunciou uma captação recentemente.

A startup: fundada em 2019, ela tem uma embarcação não tripulada que usa IA (inteligência artificial) para prestar serviços de caracterização do ambiente marítimo, como batimetria (medição da profundidade do leito do mar) e monitoramento da qualidade da água.

Em números: a startup recebeu um investimento de R$ 10 milhões em uma rodada que ainda não foi encerrada, na qual ela espera captar mais R$ 5 milhões, me disse o CEO Rafael Coelho. Ele é um dos fundadores da empresa, ao lado de Sylvain Joyeux.

Quem investiu: o aporte foi feito pelo fundo MSW Multicorp II, que tem entre seus investidores Embraer, Baterias Moura, BB Seguros e AgeRio, agência de fomento do Rio.

Que problema resolve: a startup diz ter desenvolvido uma tecnologia única no Brasil. Ela presta serviços para clientes como Petrobras, Repsol e Shell com um barco controlado à distância por um operador –em vez de uma embarcação que faz o trabalho com três pessoas a bordo, disse Coelho.

“Como é um robô, é diferente de uma embarcação tripulada, que quando chega às 8 horas de trabalho, você tem que voltar para um ponto de apoio para trocar a tripulação e depois retornar a campo. Isso gera um ganho operacional enorme”, falou o CEO.

Por que é destaque: a Tidewise afirma que sua embarcação diminui o risco das operações das empresas e reduz em até 98% o impacto ambiental do serviço. Isso porque ela é movida por um motor híbrido, com eletricidade e diesel.

  • Coelho disse que o serviço de caracterização do ambiente marítimo deve ganhar ainda mais importância com a adoção das eólicas offshore (no mar) no Brasil.

Com o investimento, a Tidewise quer passar de uma embarcação para quatro e montar um centro de controle para operar esses barcos simultaneamente.

FONTE: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2023/10/startup-que-leva-ia-ao-alto-mar-recebe-investimento-de-r-10-milhoes.shtml