fev 08

Startup que ajuda brasileiros a comprarem no exterior recebe aporte de R$ 100 milhões

Tiendamia, startup de comércio eletrônico cross border entre os Estados Unidos e a América Latina , recebeu um aporte de US$ 20 milhões, equivalente a R$ 100 milhões, em sua rodada Série B. O investimento, feito pelo fundo norte-americano Cartesian Capital Group, deu à startup a avaliação de US$ 80 milhões, cerca de R$ 424 milhões, e vai financiar sua expansão na América Latina. Este foi o segundo investimento recebido pela startup. Na rodada Série A, realizada em 2016, foram captados US$ 1,8 milhões.

“Com esse investimento podemos aumentar nossa atuação no Brasil e consolidar nosso plano de expansão para novos mercados, dentro e fora da América Latina, posicionando a Tiendamia como líder em e-commerce dos EUA para o mundo”, afirma Michele Chahin, Country Manager da Tiendamia no Brasil.  A executiva e ex-accenture, revela ainda que parte do investimento será destinado a proporcionar a seus clientes a melhor experiência de compra, garantindo acesso a qualquer produto do mundo sem sair de casa.

“A Tiendamia é hoje a melhor opção para as marcas americanas venderem seus produtos para o resto do mundo, além de se posicionarem na América Latina – mercado que tem um potencial gigantesco de crescimento para o e-commerce e cresceu ainda mais com a pandemia”, completa.

Com mais de meio milhão de clientes em países como Argentina, Brasil, Costa Rica, Equador, Peru e Uruguai, a Tiendamia oferece em seu marketplace mais de um bilhão de produtos dos EUA, com garantia de entrega internacional em todos os pedidos e envio aproximado de 20 dias para capitais, parcelamento em até 12 vezes e atendimento ao cliente por telefone, e-mail e whatsapp.

“O nosso objetivo é melhorar cada vez mais essa experiência de compra internacional com atendimento humano e personalizado, respeitando as características de compra de cada país”, afirma.

Segundo Michele Chahin, a Tiendamia é o único e-commerce cross border com nota “ótimo” no Reclame Aqui. “Buscamos melhorar o dia a dia de quem compra no exterior, diminuindo burocracias e prazos longos e, com esse aporte, nossa meta é tornar esse serviço ainda mais completo”, finaliza ela.

O plano de expansão visa ampliar a atuação em novos países, somar equipe local nos mercados já estabelecidos, melhorar a experiência de compra em todas as etapas do processo e aumentar ainda mais o catálogo de produtos com a inclusão de novas lojas no marketplace.

FONTE: https://startupi.com.br/2022/02/startup-que-ajuda-brasileiros-a-comprarem-no-exterior-recebe-aporte-de-r-100-milhoes/?fbclid=IwAR29YWr3migDKttADdGed9vs5LPFqVj1WqkbTThgDK6EIDKSFqBTA94IlYM