ago 14

Startup do Feevale Techpark ingressa no mercado da China

Mespper Tecnologia vence concurso de realidade virtual

Depois de alguns meses de rígidos testes realizados por duas grandes empresas do segmento de realidade virtual, a startup Mespper Tecnologia, incubada na unidade de Campo Bom do Feevale Techpark, venceu um concurso e começará, em setembro, a distribuir seu software para o mercado da China. O produto foi criado em laboratórios da Universidade Feevale, instituição que deverá continuar apoiando a empresa nesse trabalho.

Promovido pela Pico Interactive, segunda maior distribuidora de hardware em realidade virtual, juntamente com a gigante em processadores Qualcomm, o concurso foi vencido pela Mespper e por uma empresa da Coreia do Sul. Os jurados analisaram aplicativos para experiências e para games. O software da startup gaúcha é destinado à experiência ao usuário final (B2C). No final deste mês, Eloi Gerard, representante da Mespper em Xangai, deverá receber a premiação.

A partir de setembro, o software será distribuído na China, que é o maior mercado de realidade virtual do mundo. Com ele, o usuário sobe todos os seus arquivos (imagens, vídeos e objetos, entre outros) em um ambiente de realidade virtual para visualizar em uma imersão maior do que o smartphone. Ele poderá compartilhar esse ambiente com outras pessoas e fazer conexões com os arquivos dentro do cenário, extraindo dessa experiência uma imersão maior nos arquivos e aproveitando tanto para treinamento como para marketing ou diversão.

 Segundo Messias de Paula Pereira, fundador da Mespper Tecnologia, essa conquista representa um grande passo para a startup, pois grandes especialistas do setor imputaram valor ao produto. “Alinhamos o software ao mercado da China e, futuramente, estaremos prontos para o mercado B2C no Brasil”, afirma.

Sobre a Mespper Tecnologia:

A Mespper é uma startup de realidade virtual e aumentada que cria e transforma conteúdos relacionados a diversos segmentos da sociedade. A sua inserção no Feevale Techpark permite a conexão a inovações e avanços tecnológicos do mercado, bem como a participação em grupos acadêmicos e de organizações. A startup é focada na melhoria contínua da tecnologia e, no Brasil, já é reconhecida como uma empresa pioneira no desenvolvimento de software de realidade aumentada.

FONTE: FEEVALE