fev 04

Startup de ex-administrador da NASA quer criar uma base na Lua

Assim como, nos gibis, ninguém fica morto por muito tempo, na NASA, são seus aposentados que voltam a trabalhar com algo relacionado ao espaço: desta vez, a referência vai para Steve Jurczyk, ex-administrador da agência espacial americana que, após se aposentar em maio de 2021, fundou uma startup que ambiciona criar uma base na Lua.

A empresa se chama “Quantum Space” e Jurczyk responde por ela como seu fundador e CEO. De acordo com ele, o objetivo da companhia é construir vários “ajudantes robóticos” para executar uma série de missões após serem enviados à Lua — como oferecer sinal de internetcoletar dados ou reabastecer naves e outros veículos.

Ilustração mostra robôs da startup Quantum Space atuando na construção de base na Lua
Ideia da Quantum Space é estabelecer uma série de recursos de formação de base na Lua, desde a construção de veículos de informação até auxílio estrutural na criação de “internet lunar”. Imagem: Quantum Space/Divulgação

Jurczyk disse que o foco na Lua se dá pelo fato da própria NASA estar com suas atenções voltadas ao nosso satélite natural: o Programa Artemis da agência tem desenvolvimentos tecnológicos massivos capitaneados por ela, mas também conta com uma boa parte de sua evolução advinda da iniciativa privada, por meio de licitações com a SpaceX e outras companhias.

Jurczyk quer uma fatia desse bolo: “sabemos que haverá muita atividade ao redor ou na Lua na próxima década, majoritariamente alavancada pelo Artemis”, disse o CEO ao The Verge. Mas sabe como é — onde quer que vá o ‘espaço civil’, a segurança nacional também vai”, ele comentou, contemplando um futuro onde a Space Force dos EUA se torne uma entidade militar que execute seu papel no espaço e acabe virando cliente de sua empresa.

A grosso modo, a startup quer construir a base de uma rotina humana na Lua: a Quantum Space afirma ter uma série de ideias que ela poderá construir, como, por exemplo, um posto de monitoramento que poderá aprimorar a comunicação daquela região do espaço com a Terra — a área é conhecida como “espaço cislunar”.

Se a ideia tem toda uma percepção de ficção científica para você, saiba que ela não é novidade: a própria NASA já criou um conceito chamado “LunaNet” — uma espécie de internet lunar. O que Jurczyk acredita é que ele pode envolver a sua startup nesse projeto e, com sorte, estabelecer uma base de comunicações na Lua: “acreditamos que podemos ser um ou nódulo — ou nódulos — nessa rede, tanto para naves em órbita como para veículos na superfície lunar”.

Evidentemente, considerando que a empresa não tem nem um ano de vida, a Quantum Space ainda tem um longo caminho pela frente. Apesar de todas as intenções, ela ainda não tem nem mesmo um primeiro design ou rascunho de seus produtos. Por ora, ela conta com a conceitualização de projetos e financiamento de seu co-fundador, Kam Ghaffarian, que também é CEO do banco de investimentos IBX — o mesmo que já injetou capital em empresas como Axiom Space e Intuitive Machines.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2022/02/03/ciencia-e-espaco/startup-de-ex-administrador-da-nasa-quer-criar-uma-base-na-lua/