nov 05

Startup Biosolvit vence prêmio de inovação da Amcham

Empresa fundada por Guilhermo Pinheiro de Queiroz é especializada na remediação de impactos ambientais

startup de biotecnologia Biosolvit foi a vencedora da competição de inovação Amcham Arena. Promovido pela Amcham Brasil, o prêmio valoriza negócios inovadores com potencial de escalar e fornecer suas soluções para grandes empresas. Em maio, a startup foi uma das eleitas para o ranking 100 Startups to Watch, promovido por PEGN e Época NEGÓCIOS.

O resultado da competição foi anunciado no dia (17/10) em São Paulo. Durante a etapa final, 14 startups se apresentaram para uma banca de jurados composta por Luiz Pretti (Cargill), Carlos Zarlenga (General Motors), Guilherme Gerdau (Gerdau), João Miranda (Votorantim), Lídia Abdalla (Laboratório Sabin), Marciano Testa (Agibank) e Viveka Kaitila (GE). Sandra Boccia, diretora de redação de Pequenas Empresas & Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS, também integrou o juri.

Durante sua apresentação, Guilhermo Pinheiro de Queiroz, sócio-fundador da startup, apresentou algumas das soluções desenvolvidas pela empresa. Entre elas está um material orgânico capaz de absorver petróleo e permitir a despoluição de ambientes de forma mais eficiente. Já outra permite a absorção de água e nutrientes durante o plantio.

A empresa já fornece soluções para companhias como Petrobras e Vale. Em maio, foi eleita uma das 12 melhores startups do mundo na competição Startup World Cup Global Pitch Competition & Conference. A projeção é faturar US$ 1 milhão em 2019. “Foram eventos como esse que nos projetaram e nos permitiram chegar onde estamos”, disse ele.

FONTE: PEGN