jan 15

Sensormatic Solutions bate recorde e registra 60 patentes de tecnologias para varejo em um ano

A Sensormatic Solutions, empresa global de soluções de varejo, alcançou, em seu último ano fiscal, um número recorde de 60 pedidos de patentes desenvolvidos para o setor, com foco em tecnologias como Inteligência Artificial (AI) e Machine Learning (ML).

Segundo Subramanian Kunchithapatham, vice-presidente de Engenharia da Sensormatic Solutions, à medida que o cenário do varejo evolui constantemente, a empresa mantém seu compromisso de solucionar os maiores desafios de seus clientes. ”Para atender às diversas necessidades, mudamos nosso foco de hardware puro para um portfólio de software SaaS, sensores, dispositivos e tecnologias de vídeo inteligentes baseados em nuvem, com inovações revolucionárias em IA, ML e RFID, como EAS, Self-Checkout, Mobile-Checkout, PDV móvel, entre outros”, destaca.

De acordo com o executivo, essa mudança resultou em um ano recorde de patentes registradas em soluções de Inteligência de Inventário, Prevenção de Perdas e Insights de Tráfego. “Com soluções inteligentes, conectadas e escalonáveis, os varejistas podem obter informações em tempo real sobre inventário, consumidores e o ambiente de varejo durante toda a jornada do cliente”, explica. “Nossas inovações ajudam os varejistas a oferecer experiências personalizadas, seguras e simples, potencializando a tomada de decisões precisas em toda a empresa”, destaca.

A Sensormatic Solutions deu início a sua linha de produtos por meio de pedestais e etiquetas anti-roubo, tecnologias disruptivas para um setor que depende de segurança física para proteger mercadorias. Hoje, a empresa permanece na vanguarda das tecnologias de varejo emergentes, com um portfólio em todo o mundo de mais de 2,5 mil patentes concedidas e pendentes de aplicações em uma variedade de categorias de produtos.

“Com mais de 50 anos de avanços, continuamos a investir em recursos significativos de pesquisa e desenvolvimento para expandir nosso portfólio patenteado e atender às necessidades de inovação tecnológica dos varejistas atuais”, conclui Kunchithapatham.

FONTE: INFOR