Satélite da NASA capta visão sem precedentes do nível do mar

Os dados coletados pelo satélite SWOT, da NASA, mostram o nível do mar global e registram anomalias na topografia oceânica.

Na segunda-feira (30), a NASA divulgou os dados coletados pela primeira órbita científica de 21 dias do satélite SWOT (sigla em inglês para Topografia de Águas Superficiais e Oceanos). A missão é uma parceria entre as agências espaciais dos EUA e da França.

O que você vai ler aqui:

  • A NASA e o Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES) da França (a agência espacial francesa) operam juntas o satélite SWOT;
  • Esta espaçonave tem como objetivo fazer um levantamento das águas superficiais da Terra, observar detalhes da topografia da superfície oceânica e medir alterações nos corpos de água ao longo do tempo;
  • O equipamento foi lançado em dezembro de 2022 à órbita baixa da Terra, com tempo planejado de missão de três anos;
  • Os dados coletados pelo SWOT entre dias 26 de julho e 16 de agosto permitiram gerar uma animação que mostra anomalias na altura da superfície do mar em todo o mundo.

Diferenças no nível global do mar

Um vídeo publicado pela NASA no YouTube mostra que a superfície dos oceanos em todo mundo apresenta anomalias. Os pontos em laranja e vermelho representam as áreas onde o nível da água está mais alto, e os azuis, onde está abaixo da média.

Essas diferenças podem ser explicadas pelas correntes marítimas, como a do Golfo, que sai da costa leste dos EUA em direção ao Atlântico Norte, e a corrente Kuroshio, que parte da costa do Japão. As anomalias também representam regiões mais quentes, como a porção Oriental do Pacífico Equatorial durante a passagem do El Niño. O fenômeno aquece a água nessa região, fazendo com que ela se expanda e fique mais alta.

Segundo o comunicado da NASA, os dados foram coletados com o sensor Ka-band Radar Interferometer (KaRIn), que possui duas antenas distantes 10 metros uma da outra. Juntas, elas produzem um par de faixas de dados enquanto o satélite orbita a Terra, refletindo pulsos de radar na superfície da água para coletar medições de altura.

Os detalhes que a SWOT está enviando sobre o nível do mar em todo o mundo são incríveis. Os dados irão promover a investigação sobre os efeitos das alterações climáticas e auxiliar as comunidades em todo o mundo a prepararem-se melhor para um mundo em aquecimento.

Parag Vaze, gerente do projeto SWOT, em comunicado da NASA.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2023/11/01/ciencia-e-espaco/satelite-da-nasa-capta-visao-sem-precedentes-do-nivel-do-mar/