nov 21

Robôs no escritório: empresa coreana aposta em futuro com “funcionários” máquinas

Robôs da Naver realizam tarefas simples, como trazer café, refeições e encomendas aos funcionários do escritório da empresa.

A Naver, um conglomerado do setor de internet da Coréia do Sul, vem experimentando a integração de robôs no cotidiano de seu escritório há vários meses. Dentro de um arranha-céu futurístico de 36 andares nos arredores de Seul, cerca de 100 robôs agem por conta própria, indo de andar a andar em elevadores exclusivos para robôs e, às vezes, ao lado de humanos. Esses curiosos “funcionários” automatizados circulam pelo escritório realizando tarefas simples, como buscar café, distribuir refeições e entregar encomendas.

A rede de serviços web da Naver, incluindo um mecanismo de busca, mapas, e-mail e agregação de notícias, é dominante na Coreia do Sul, mas seu alcance no exterior é limitado, sem reconhecimento global de uma empresa como o Google. Agora, a empresa está em busca de novos caminhos para o crescimento, como um software para robôs em escritórios corporativos.

A Naver fez uma extensa pesquisa para garantir que seus robôs, que se assemelham a uma lata de lixo com rodas, tenham aparência, movimento e comportamento que deixem os funcionários confortáveis. Além disso, há uma série de regras de privacidade para impedir que essas máquinas cheias de câmeras e sensores não violem leis ou intimidem as pessoas.

Naver planeja “escritório do futuro” cheio de robôs

Conforme apurado pelo The New York Times, a Naver quer se posicionar como a principal empresa na criação de um futuro repleto de robôs nos escritórios corporativos. “Nosso esforço agora é minimizar o desconforto que eles causam aos humanos”, disse Kang Sang-chul, executivo da Naver Labs, em entrevista ao veículo americano.

Os robôs nem sempre são perfeitos, às vezes se movendo mais devagar do que o esperado ou parando muito longe de seu destino. Uma funcionária da Naver, Yeo Jiwon, compartilhou sua experiência com os colegas de trabalho robôs: “Às vezes, eles parecem um lançamento beta”, disse ela. Mesmo assim, Yeo reconhece que as entregas realizadas economizam seu tempo e a ajuda a se concentrar no trabalho.

No momento, a Naver transformou todo o seu prédio em um grande laboratório de pesquisa e desenvolvimento de software e robôs, colocando seus funcionários como cobaias para futuras tecnologias que podem chegar ao local de trabalho. Será que seu cotidiano também será assim em alguns anos?

FONTE: https://olhardigital.com.br/2022/11/20/reviews/robos-no-escritorio-empresa-coreana-aposta-em-futuro-com-funcionarios-maquinas/