jun 01

Restaurante na Holanda usa robô-garçom para manter isolamento social

Apesar de uma aparência um tanto quanto assustadora, os robôs possibilitam que os estabelecimentos reabram com distanciamento social entre os funcionários e clientes

Um restaurante na Holanda introduziu novos robôs, para atuarem como garçons, como uma maneira de reduzir o contato durante a pandemia do novo coronavírus. Os robôs vermelhos e brancos vão cumprimentar os clientes, servir comida e pegar pratos usados nas mesas do restaurante Royal Palace, na cidade de Renesse, Holanda.

Os robôs, que ainda não têm nome, dizem “olá, bem-vindos” e usam pequenos lenços, para aumentar as semelhanças com um garçom de verdade. “Eles nos ajudam no trabalho que fazemos”, diz Leah Hu, dona do Royal Palace. “Muitas vezes estamos ocupados e limpando mesas e os robôs nos dão uma mão extra. Nós não estamos desaparecendo, nós ainda estamos aqui. Esse setor sempre precisará de pessoas”, completou.

Restaurantes na Holanda estão fechados há meses em função da pandemia de Covid-19. Na última semana, muitos começaram a reabrir, mas com limites no número de clientes permitidos. Se por um lado, os robôs que estão servindo de garçom não pegam nem transmitem o novo coronavírus, por outro, eles não são capazes de ajudar clientes que tenham alguma restrição alimentar, ou que precisam de alguma ajuda especial.

Os últimos meses foram bem difíceis para a indústria de alimentação, com restaurantes perdendo cerca de 5,5 milhões de empregos apenas em abril, só nos EUA. Parece improvável que os robôs cheguem aos restaurantes norte-americanos em breve, mas eles são comuns em estabelecimentos do tipo na China, por exemplo.

FONTE: olhardigital.com.br