jul 06

Reino Unido investe US$ 500 milhões em empresa de exploração espacial

OneWeb estava a caminho da falência, mas poderá retomar seu plano de instalar uma constelação de satélites para viabilizar a conexão via internet mundo afora

Se aprovado o acordo, o governo do Reino Unido investirá US$ 500 milhões em um consórcio para obter participação significativa na OneWeb, empresa de exploração espacial. A Bharti Global, companhia indiana de telecomunicações, também entrou no consórcio com o mesmo investimento em dólares. Com isso, a OneWeb, que estava entrando em falência por não obter o financiamento necessário, voltará à ativa.

Em março deste ano, a OneWeb registrou um pedido de proteção contra falência nos Estados Unidos. A empresa, que assim como outras, trabalha em um projeto para fornecer internet a partir do espaço, tem como objetivo enviar 650 satélites para formar uma verdadeira constelação artificial de baixa altitude que transmitirá conectividade a terminais terrestres, inclusive em locais remotos. No entanto, com a falta de investimento, a empresa havia enviado apenas 74 satélites do projeto.

Agora, com o acordo negociado na última sexta-feira (3), o Reino Unido passa a ter uma participação de 20% sobre a OneWeb, que conseguirá concluir sua constelação de satélites com o dinheiro do financiamento. Segundo Alok Sharma, secretário de Estado dos Negócios do Reino Unido, o investimento “apresenta a oportunidade de desenvolver ainda mais nossa forte base de fabricação avançada aqui no Reino Unido”.

Satélite da OneWeb. Imagem: OneWeb

Navegação por satélite

Em 2018, como parte do processo do Brexit, o Reino Unido perdeu o acesso ao sistema de satélites Galileo, o que interrompeu os planos do país de construir seu próprio sistema global de navegação por satélite devido ao alto custo atrelado a começar um projeto como esse do zero. Com a aquisição de 20% da OneWeb, o cenário mudou.

A própria OneWeb já declarou que pretende retomar suas operações o mais rápido possível. Enquanto isso, ainda que a empresa também tenha sede no Reino Unido, o acordo está sujeito à aprovação regulatória dos Estados Unidos, que deve expressar sua resposta até o fim deste ano.

O que a OneWeb está tentando fazer ao implementar sua constelação de satélites é o mesmo que a SpaceX, companhia do bilionário Elon Musk, está construindo com o projeto Starlink, que já tem mais de 500 satélites em órbita.

FONTE: https://olhardigital.com.br/ciencia-e-espaco/noticia/reino-unido-investe-us-500-milhoes-em-empresa-de-exploracao-espacial/103102