ago 02

Reality Labs, divisão de VR do Meta, gerou US$ 2,8 bilhões em prejuízos no último trimestre

A previsão é que perdas ainda maiores acompanhem os investimentos na divisão

Responsável pelo desenvolvimento dos óculos de realidade virtual do Meta (dona do Facebook), a divisão Reality Labs está gerando uma série de prejuízos para a empresa. Em seu relatório fiscal mais recente, a empresa revelou perdas trimestrais que chegaram a US$ 2,8 bilhões, mesmo em um momento de aumento de receitas.

Segundo o documento, a empresa teve receitas de US$ 452 milhões, um aumento de 48% em relação ao mesmo período do ano anterior. O CFO Dave Wehner afirma que os números estão ligados principalmente ao desempenho do Meta Quest, aparelho de realidade virtual criado para ser uma das opções mais acessíveis do mercado — e que vai aumentar seu preço-base em US$ 100 a partir de agosto.

Os prejuízos estariam sendo causados pelos investimentos cada vez mais pesados que o Meta está fazendo na Reality Labs, que se mostra essencial para seus planos futuros. Cabe à divisão ajudar a empresa a estabelecer as bases de seu ambicioso metaverso e a ajudar a criar os meios pelos quais ele poderá ser acessado.

Previsão é que perdas continuem

Em uma reunião com investidores, Wehner afirmou que a Meta espera que a divisão continue registrando prejuízos ainda maiores no próximo trimestre, conforme os investimentos na criação do metaverso continuam. Para tentar compensar um pouco a situação, a empresa afirmou que está acelerando o desenvolvimento do Meta Quest 2 com as esperanças de que ele também se torne um aparelho popular entre o público.

O executivo também afirmou que a empresa está comprometida com o futuro do Reality Labs, que continua a ver como parte integral de seu futuro. Segundo ele, a divisão deve continuar a ser vista essencialmente como um investimento, cujos principais custos estão ligados à família de aplicativos que vão dar base ao futuro metaverso.

Além de estar desenvolvendo o Meta Quest 2, a companhia também planeja lançar em breve novas opções para sua linha de realidade virtual. Atualmente a empresa está desenvolvendo o misterioso Project Cambria, que promete trazer os recursos de realidade virtual mais avançados já vistos na atualidade.

FONTE: https://adrenaline.com.br/noticias/v/77511/reality-labs-divisao-de-vr-do-meta-gerou-us-28-bilhoes-em-prejuizos-no-ultimo-trimestre