Parque solar da Voltalia no Rio Grande do Norte começa a gerar energia para a Copel

Planta é um dos maiores complexos de energia renovável no mundo e abre espaço para projetos de hidrogênio verde.

A Voltalia, empresa produtora de energia renovável e prestadora de serviços no setor, anunciou nesta segunda-feira, 3, a injeção dos primeiros megawatts do SSM3-6, um parque solar de 260 megawatts (MW) localizado no Rio Grande do Norte, no Sistema Interligado Nacional (SIN). A energia será vendida para a Copel.

O parque solar SSM3-6 (Solar Serra do Mel 3, 4, 5 e 6) faz parte do Cluster Serra Branca, um dos maiores complexos de energia renovável do mundo, com capacidade que pode chegar a 2,4 gigawatts (GW). Está localizado em uma região que abrange os municípios de Serra do Mel e Areia Branca (RN). Segundo a Voltalia, o novo sistema confirma a vocação híbrida do parque, que combina geração eólica com solar. Além disso, destacou a empresa, abre espaço para projetos de produção de hidrogênio verde no estado.

Os parques no complexo se beneficiam de infraestrutura compartilhada (conexão à rede e acesso) e sinergias operacionais. O cluster está totalmente conectado ao SIN por meio de uma linha de transmissão de 500 kV com 50 quilômetros de extensão. Em Mossoró, município vizinho à Serra Branca, a Voltalia também instalou um Centro de Operações, de onde faz a gestão de todos os seus ativos de energia eólica e de seus clientes em todo o mundo.

A construção do parque solar que começa a ser entregue agora foi iniciada em março de 2022. A capacidade total de 260 MW será gradualmente comissionada nos próximos meses. Esta usina é respaldada por um contrato de compra de energia de 14 anos com a Copel, parceira de longa data da Voltalia.

“O novo parque solar do Cluster Serra Branca é mais uma confirmação do potencial competitivo do Nordeste brasileiro como gerador de energia renovável para todo o País e da capacidade da Voltalia de desenvolver projetos sustentáveis no Brasil”, afirmou o diretor-presidente da Voltalia Brasil, Robert Klein, em nota. “Chegamos na região há mais de uma década e, nesse período, construímos um sólido relacionamento com centenas de proprietários de terra, nos aproximamos de parceiros, como a Copel, e geramos empregos e desenvolvimento social e econômico da região. Estamos no caminho certo para alcançar os compromissos que estabelecemos até 2027?, acrescentou.

No Brasil há mais de 15 anos, onde já investiu R$ 4 bilhões, a Voltalia possui mais de 1,4 GW em operação e construção no País, com projetos localizados majoritariamente no cluster Serra Branca, totalmente desenvolvido pela companhia.

A empresa, que está presente em 20 países, assinou recentemente um memorando de entendimento para estudos sobre projetos de hidrogênio verde no Rio Grande do Norte e no Ceará. O documento estabelece cooperação mútua para contribuir com o desenvolvimento do projeto de uma planta de produção hidrogênio verde e seus derivados, amônia verde e e-metanol.

FONTE:

https://www.terra.com.br/economia/dinheiro-em-acao/parque-solar-da-voltalia-no-rio-grande-do-norte-comeca-a-gerar-energia-para-a-copel,cccf3143d9f0d398fa9192832cdc2048kzryv85p.html