dez 06

Parque eólico offshore no Reino Unido garante financiamento bancário

EDPR, DGE e ENGIE anunciam a assinatura de acordos de financiamento para o Parque Eólico Offshore Moray East

A EDP Renováveis S.A. («EDPR»), através da sua subsidiária EDPR UK Limited, a Diamond Generating Europe Limited («DGE») e a ENGIE anunciaram que o Moray Offshore Windfarm (East) Limited («MOWEL») obteve financiamento para a construção do parque eólico de 950 MW. O projeto é atualmente detido pela EDPR (43,3%) e pela Diamond Green Limited, que é parcialmente detida pela DGE (33,4%) e pela ENGIE (23,3%). O Santander Corporate & Investment Banking atuou na qualidade de consultor financeiro da EDPR, ENGIE, DGE e MOWEL.

Os acordos de financiamento do projeto foram assinados hoje com um conjunto de 16 bancos comerciais, bem como com a Agência de Crédito à Exportação Dinamarquesa («EKF») e o Japan Bank for International Cooperation («JBIC»). O financiamento inclui um instrumento de crédito privilegiado de 2,1 mil milhões de libras e 0,5 mil milhões de libras em apoios acessórios. O encerramento de contas está previsto até finais de 2018.

Em setembro de 2017, a MOWEL celebrou um contrato por diferenças (em inglês, «CfD») com o Department for Business, Energy & Industrial Strategy do Reino Unido («BEIS») para o fornecimento de 950 MW de energia eólica offshore a £57,5/MWh (à tarifa de 2012). A previsão é que o parque eólico esteja em funcionamento em 2022.

João Manso Neto, CEO da EDPR comentou: «Este é um enorme passo em frente para este projeto, no qual o consórcio depositou toda a sua confiança. Dadas as suas dimensões e características, um negócio desta magnitude é um marco no financiamento da energia renovável à escala global. Estamos orgulhosos pelo facto de o nosso projeto ser a estrela do jogo.»

Keiichi Suzuki, CEO da DGE afirmou: «A DGE está muito feliz por alcançar este objetivo em colaboração com a EDPR e a ENGIE. O Moray East é o nosso primeiro investimento eólico offshore no Reino Unido e o nosso maior projeto eólico offshore até à data e, na qualidade de empresa sediada no Reino Unido, é com orgulho que fazemos parte deste projeto. A DGE, a plataforma comercial elétrica da Mitsubishi Corporation na Europa, Médio Oriente e África, continua na sua missão de promover uma sociedade com baixos níveis de carbono e fornecer energia a preços acessíveis para toda a gente.»

Wilfrid Petrie, CEO da ENGIE UK & Ireland, acrescentou: «Temos o prazer de anunciar que, juntamente com os nossos parceiros da EDPR e DGE, assinámos os acordos de financiamento deste projeto renovável importante. Aguardamos o encerramento de contas para dar início à construção do parque eólico. A ENGIE está empenhada em investir na infraestrutura energética escocesa e usar os seus conhecimentos para produzir energia com baixos níveis de carbono em todo o mundo.

FONTE: i9 MAGAZINE