Óculos de realidade mista da Apple devem chegar em junho; o que esperar

A Apple desenvolve há anos um headset de realidade mista. O dispositivo, possivelmente chamado Reality Pro, deverá ser apresentado durante a WWDC (Worldwide Developers Conference), evento em que a empresa anuncia novidades para desenvolvedores e é realizado tradicionalmente em junho.

A informação foi confirmada por fontes ouvidas por Mark Gurman, repórter especializado em cobrir a Apple do site de negócios Bloomberg. Inicialmente, a apresentação do dispositivo estava marcada para o mês de abril, mas a Apple tomou a decisão de adiar o lançamento no início deste mês.

Isso aconteceu porque os testes de produtos mostraram que os problemas de hardware e software ainda precisavam ser resolvidos, disseram eles. Ainda de acordo com os rumores, os óculos chegam ao mercado no final de 2023.

O que já foi falado sobre os óculos da Apple

  • Diferentemente dos óculos de realidade virtual (VR) convencionais, que “isolam” o usuário em um universo tridimensional, o dispositivo da Apple deve explorar o conceito de realidade virtual e aumentada, sobrepondo elementos virtuais ao mundo real;
  • Acredita-se que o aparelho vai ter um preço alto — na casa dos US$ 3.000 (mais de R$ 15 mil em conversão direta)
  • Mas também pode incluir recursos não encontrados mesmo em alternativas como o Meta Quest Pro — nos EUA, os óculos da Meta custam R$ 1.099;
  • Rumores sugerem que ele poderia reproduzir imagens em 4K e várias câmeras que permitem rastreamento avançado e interações sem a necessidade de um controle;
  • Além disso, a Apple pretende aproveitar que seus óculos já contarão com sensores biométricos de íris integrados na identificação do usuário;
  • Isso permitirá não apenas uma maior segurança, mas também identificar rapidamente o usuário e logar automaticamente na conta;
  • A Apple preparou o Reality Pro para usar uma bateria externa que pode ser guardada no bolso do usuário e é conectada ao dispositivo por um cabo. Isso para evitar o superaquecimento do dispositivo;
  • A autonomia da bateria é de duas horas, e, por ser externa, usuários poderão substituir módulos sem carga por unidades carregadas e continuar usando o aparelho;
  • O Reality Pro também poderá servir como um monitor externo para computadores Mac. O desktop do macOS será exibido a partir das lentes do visor, no entanto, para navegar pelo sistema o usuário ainda precisará de teclado e mouse;
  • Alguns aplicativos devem ganhar uma versão em realidade mista, entre eles: Safari, Photos, Mail, Messages, Apple TV+ e também a App Store, entre outros;
  • Ao assistir vídeos com o Reality Pro, o usuário poderá ativar um recurso de realidade virtual que simula ambientes como uma sala de cinema.

FONTE: https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2023/02/16/oculos-reality-pro-apple.htm


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0