mar 17

O que uma impressora 3D pode imprimir?

A impressora 3D pode imprimir uma variedade de objetos, desde que seja desenvolvido um modelo em três dimensões daquilo que é esperado. Então, vai da criatividade e da habilidade daquele que irá desenvolver o projeto, utilizando um software específico para isso.

As impressões 3D tendem a tornarem-se mais populares ao longo dos próximos anos, já que oferecem facilidade no acesso a diferentes materiais. Um dos grandes diferenciais é que por meio de fotos, aqueles que dominam a tecnologia conseguem desenvolver peças exclusivas.

Tartaruga ganhou um casco novo
A tartaruga Freddy, em 2016 ganhou um casco novinho, projetado em 3D pelo designer Cícero Moraes. Essa é uma prova que a tecnologia evoluiu para o bem, beneficiando outras espécies e não somente os homens. Se por um lado alguns equipamentos novos apenas prejudicando os animais, no caso das impressoras 3D funciona ao contrários.

Em 2016 Freddy foi resgatada de um incêndio no Brasil, perdendo boa parte de sua casca. Mas, um grupo de cirurgiões, chamado de The Animais Avengers, na tradução, Vingadores do Animais, ela acabou sobrevivendo e recebeu o primeiro casco 3D do planeta.

Depois que o projeto foi finalizado, foi enviado para o Dr. Paulo Miamoto, cirurgião-dentista que tirou o projeto do 3D e transformou em realidade, usando uma impressora. Hoje Freddy vive normalmente e assim deverá continuar, já que as tartarugas vivem centenas de anos.

Um carro impresso em 3D
Você talvez não saiba, mas a expectativa é de que nas próximas década os carros que conhecemos deixem de existir. Os motores a combustão devem ser substituídos pelos elétricos. E isso permite que outras partes dos veículos também sejam alteradas. O LSEV, por exemplo, é um modelo elétrico fabricado por meio da impressa 3D.

Esse modelo é fabricado em três dias, sendo inclusive mais resistente do que um carro convencional. Portas, painel, carcaças e para-choques são algumas de suas partes impressas. A expectativa é que essa novidade possa abrir as portas para um futuro promissor em relação a este tipo de veículo.

Este carro promete chegar até a 69 km/h, com autonomia de bateria para 150 km. O carro é equipado com materiais seguros, que dão conforto para o motorista em diferentes ambientes. Apenas as janelas de vidro, os pneus, motor, chassi e assentos não são feitos em uma impressora.

É uma solução para construir moradias
Construir uma casa é um processo lento, já que é preciso erguer as paredes e esperar até que sequem, para que as etapas da obra possam seguir. Só que com a utilização da tecnologia 3D é possível agilizar este procedimento. A ONG New Story tem como objetivo levar abrigos seguros para locais carentes.

Em 2018, uma casa de 75 metros quadrados foi construída no Texas, nos Estados Unidos, com um custo de 10 mil dólares, ela foi erguida em um único dia, servindo para mostrar como os modelos 3D podem contribuir com a sociedade. A ideia é que com planejamento, o valor seja reduzido para 4 mil por unidade.

A casa feita com uma impressora 3D tem cozinha, quarto e sala, o projeto pode ainda ser adaptado para a inclusão de outros cômodos. A impressora utilizada para a confecção das paredes expele ima massa térmica de maneira ininterrupta, com pouquíssimo desperdício. Apenas os acabamentos da construção foram feitos por mãos humanas.

A pirataria pode ganhar força
Como você já deve saber, as impressoras 3D imprimem materiais de duas maneiras, seja por meio do desenvolvimento de um projeto novo, utilizando softwares para criações em três dimensões ou então copiando algum objeto já existente, por meio dos scanners 3D. É nesta segunda opção que está o problema.

Ainda não existem leis que proíbem a reprodução de peças em 3D, tampouco há punição para quem faz isso. Por enquanto, as impressoras 3D estão principalmente em indústrias e em universidades, onde são utilizadas por alunos visando o desenvolvimento do conhecimento.

Com a facilidade em compartilhar arquivos de projetos em 3D e a possibilidade de fazer scanner de algum objeto já existente, as empresas que trabalham com objetos plásticos podem sofrer com a pirataria. Se antes CDs, DVDs e jogos de videogame eram os alvos, isso pode mudar.

Além destes exemplos mostrados aqui, é possível produzir muitos outros itens, grandes ou pequenos, com o uso de uma impressora 3D.

FONTE: MEDIANEIRA