O que esperar da CES 2018

Veja quais serão as principais tendências e produtos que estarão no evento que dá a largada no calendário de tecnologia de 2018

Um dos mais tradicionais eventos anuais da indústria, a CES 2018 está próxima de dar a largada oficial no calendário de tecnologia deste ano na próxima semana, em Las Vegas.

Assim como em edições anteriores, a feira deve trazer uma enxurrada de novidades e produtos voltados para consumidores finais: de smartphones a televisores, passando por tecnologias automotivas, eletrodomésticos, realidade virtual e aumentada, assistentes virtuais e dezenas de outros e cacarecos tecnológicos.

Para te ajudar a navegar neste oceano de gadgets, preparamos uma lista com as principais tendências e produtos que deverão marcar a edição 2018 do evento, dando sinais sobre os novos ciclos de produtos de companhias neste ano.

Smartphones e mobilidade

Quando o assunto é novos modelos de smartphones, a CES não é a principal referência do ano. Além de eventos próprios, empresas costumam apostar no Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, e na IFA, em Berlim, como vitrines para seus maiores anúncios. Mas isso não significa que a CES não deva trazer alguns destaques.

No ano passado, rumores de que a Samsung mostraria brevemente os Galaxy S9 e S9+ durante o evento chegaram a circular na web, mas já foram desmentidos.

Mas ainda que os modelos da sul-coreana não aparecerão por lá, os primeiros dispositivos trazendo o novo chip de topo de linha Qualcomm, o Snapdragon 845, devem dar as caras na CES 2018 – o que já nos dará um gostinho do que podemos esperar em termos de smartphones neste ano.

Para consumidores brasileiros, vale ficar de olho em empresas como a Sony, que promete um smartphone com display expansivo para 2018 e já pode mostrá-lo na feira. Para entusiastas de dispositivos chineses, companhias como a Huawei e ZTE também costumam apresentar novidades ao mercado ocidental, ainda que flagships fiquem reservados para outras ocasiões.

Em termos de mobilidade, no entanto, uma das maiores novidades deve ficar por conta da conectividade 5G.

Representantes de diversas companhias deverão discutir o tema durante uma das keynotes da CES e a expectativa é que a primeira implementação comercial da nova tecnologia de conexão móvel deva acontecer já no ano que vem.

Qualcomm, Ericsson e operadoras móveis prometem novidades na área, o que fará do evento um dos primeiros termômetros do 5G e de suas tão aguardadas alta velocidades e baixas latências.

Casas conectadas na carona do 5G

Também pegando carona do avanço do 5G, o futuro da internet das coisas e da automação residêncial também promete ser um dos destaques do ano.

Geladeiras, fogões e máquinas de lavar podem não soar como o setor mais interessante de uma feira de tecnologia, mas devem aparecer aos montes e cada vez mais carregados com assistente inteligentes durante a CES.

Após um ano em que produtos como Google Home e Amazon Echoganharam ainda mais espaço em mercados como os Estados Unidos, os assistentes domésticos devem chamar ainda mais atenção no evento do que em anos anteriores.

Essas novidades devem vir de empresas como a LG e Samsung, ambas produtoras de dispositivos domésticos e smartphones que têm a criação de um ecossistema integrado doméstico como meta. Com o lançamento previsto para este ano, o alto-falante inteligente da AppleHomePod, pode não aparecer diretamente, mas certamente terá soluções integradas ao iOSe Siri sendo mostradas.

Com a abertura do ecossistema do Assistente do Google e da Alexa para desenvolvedores terceiros, a expectativa é que novos alto-falantes embarcados com os assistentes também apareçam neste ano – em geral, focando em entregar melhores experiências de áudio.

Televisores e computadores

Além dos dispositivos móveis e dos eletrodomésticos, duas categorias de eletrônicos que costumam povoar a CES são os televisores e computadores pessoais.

É difícil encontrar uma reunião maior de novos modelos de televisão em um só lugar como na CES. E 2018 não deve ser diferentes.

Conforme a tecnologia 4K começa a ganhar espaço em residências de um número maior de consumidores – deixando de ser uma categoria premium –, tecnologias OLED e HDR podem continuar avançando como a nova fronteira das TVs. Do lado das empresas que não adotam a tecnologia, a expectativa é que dispositivos com a chamada tecnologia MicroLED sejam mostradas no evento – trazendo melhor brilho, contraste e resistência ao burn-in do que a tecnologia OLED.

Na área de PCs, 2018 promete ser um ano interessante para entusiastas de laptops com longa duração de bateria. No final do ano passado, a Qualcomm detalhou seus planos de lançar dispositivos “sempre conectados “ com Windows 10 e carregados com o processador móvel Snapdragon 835– e vários deles devem aparecer na CES 2018. Fabricantes como HP e Asus já mostraram suas soluções, mas outras, como a Acer, ainda esperam o evento chegar antes de detalhar seus produtos.

Carros autônomos para todos os lados

Apesar de não ter nascido como um evento de automobilismo, a CES tem dedicado cada vez mais espaço ao setor, conforme tecnologias de conectividade e direção autônoma continuam avançando na indústria. Só neste ano, mais de 500 empresas de veículos e tecnologia veicular estão confirmadas na feira.

Além da presença confirmada de executivos como Jim Hackett, CEO da Ford que será responsável por uma das keynotes do evento, e da japonesa Toyota, novidades sobre novos sistemas de inteligência artificial para veículos e novos sensores devem chegar na feira.

Longe dos nomes tradicionais da indústria, pequenas startups como a Byton também devem mostrar novos veículos autônomos no evento – e, com sorte, não repetir o fiasco da Faraday Future no ano passado.

Ano da realidade aumentada e realidade virtual?

Mais uma virada de ano e a incerteza sobre o futuro da realidade aumentada e realidade virtual permanece.

Em 2018, no entanto, as tendências podem ganhar uma boa tração por conta de novidades do ecossistema.

Em termos da realidade aumentada, em especial, a divulgação do ARKit pela Apple e do ARCore pelo Google devem facilitar e melhorar o desenvolvimento de aplicações em AR para os sistemas Android e iOS, o que significa que a CES 2018 já pode traer algumas novidades interessantes para a tecnologia.

No mundo de VR, os esforços da Microsoft com a realidade mista também podem movimentar a tecnologia no evento, com parceria como HP, Samsung, Dell, Acer e Asus já tendo lançado produtos com a plataforma e antecipando o conteúdo necessário para povoá-los.

Cobertura The Enemy

A CES 2018 acontece entre os dias 9 e 12 de janeiro, mas os primeiros eventos pré-CES ocorrem já a partir deste final de semana. Fiquei ligado na cobertura completa do The Enemy, diretamente de Las Vegas, para ficar por dentro de todas as novidades da feira.

FONTE: THE ENEMY