nov 26

O futuro das PMEs do Brasil está na nuvem: investimento em mobilidade cresce até sete vezes mais rápido que o das tecnologias tradicionais

Uma em cada três pequenas e médias empresas do Brasil já começou a migração para a nuvem, e os investimentos de TI nesse setor deve saltar de R$ 48 bilhões este ano para até R$ 68 bilhões em 2020, com as tecnologias baseadas em computação em nuvem e mobilidade crescendo de três a sete vezes mais rápido do que as tecnologias tradicionais on premise. Essa expansão, que já está em ritmo acelerado, ainda tem um grande mercado pela frente: cerca de 70% das PMEs que ainda não estão na nuvem devem migrar nos próximos anos.

Esses e outros insights foram apontados pela pesquisa 2016 Brazil Small & Medium Business: ICT & Cloud Services Tracker Overview, realizada pela AMI Partners a pedido da Intel Brasil, com o objetivo de mapear tendências e perspectivas na migração para novas tecnologias em todo o universo brasileiro de pequenos e médios negócios.

As áreas de investimento em nuvem e mobilidade incluem as DaaS (Data as a Service), IaaS (segurança, storage e servidores), PaaS (Plataform as a Service) e aplicações SaaS (Software as a Service). As preferências por estes modelos variam de 10% a 35% dos entrevistados, enquanto soluções on premise não passam dos 10%.

O estudo revelou ainda que os tomadores de decisões do setor têm planejado mais investimentos em tecnologia com foco em maior eficiência e redução de custos: 48% das empresas médias e 30% das pequenas consideram esse investimento como prioridade nos próximos 12 meses. Entre as corporações que já adotaram serviços de tecnologia, 49% das pequenas empresas e 62% das médias responderam que a economia nos custos operacionais foram os maiores retornos.

Saiba mais informações sobre a pesquisa aqui.

FONTE: AWS AMAZON