jun 17

Nubank bate o martelo e prepara entrada no mundo das criptomoedas

Confira o investimento da fintech em criptomoedas e a opinião do cofundador do Nubank sobre a regulamentação das moedas digitais.

Recentemente, o cofundador do Nubank, David Vélez, declarou ao site Valor que as criptomoedas e a tecnologia blockchain podem aumentar a inclusão financeira e diminuir as despesas em transações internacionais. Vélez afirmou que a entrada no mundo das criptomoedas “É algo em que a gente quer investir e focar nos próximos anos”.

Para Vélez, aplicar parte do caixa da instituição financeira em criptomoedas é uma forma de se alinhar aos correntistas do banco digital e explicou que esse investimento demonstra convicção aos clientes.

Vélez também deixou claro que, pelo fato da tecnologia ainda ser nova e de muito risco, o Nubank tem direcionado somente 1% do patrimônio, que ainda será distribuído aos poucos. No final de dezembro de 2021, o caixa da empresa era de R$ 13,4 bilhões, portanto, o montante seria cerca de R$ 13,4 milhões.

O executivo também destacou a visão da instituição em relação às criptomoedas no futuro. Sem dar detalhes, Vélez afirmou que o banco digital conta com várias equipes trabalhando em projetos vinculados a criptomoedas e blockchain. “É algo em que a gente quer investir e focar nos próximos anos.”

Investimento em criptomoedas

O Nubank disponibilizou através do aplicativo o investimento em criptomoedas desde o dia 11 de maio. Ao falar sobre esse assunto, Vélez afirmou que há “muito ruído” no mercado: “tem muito barulho e muito token que não faz sentido. Muita coisa que não faz sentido nenhum”.

O banqueiro ainda relatou que, por isso, a instituição decidiu disponibilizar a opção de negociar somente Bitcoin e Ethereum.

Regulamentação das criptomoedas

Sobre a regulamentação do setor, Vélez afirmou que tem um lado bom e um ruim. O lado bom é que dá reconhecimento para um ativo que está “meio no mercado informal”, e que já está sendo usado no mundo todo. Já o lado ruim, segundo o banqueiro, é que se houver uma pressão regulatória sobre as criptomoedas, pode acabar com a inovação.

O Projeto de Lei 3.825/2019, foi aprovado dia (26) de abril no Senado e encaminhado para aprovação na câmara dos deputados e tem o objetivo de regulamentar o mercado de criptomoedas.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o  FacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

FONTE: https://seucreditodigital.com.br/nubank-bate-o-martelo-e-prepara-entrada-no-mundo-das-criptomoedas/