set 11

Nubank anuncia compra da plataforma de investimentos Easynvest

Inicialmente, negócio não deve impactar clientes das companhias; objetivo é promover uma integração gradual de serviços

Nubank anunciou nesta sexta-feira (11) a aquisição da plataforma Easynvest. A operação é um passo estratégico do banco digital para aumentar sua participação no mercado de investimentos financeiros, já que a corretora possui mais de 1,5 milhão de clientes e detém R$ 20 bilhões sob custódia. Os valores da transação não foram divulgados.

Os serviços das companhias não serão afetados até que a compra seja aprovada pelo Banco Central (BC) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), disse o Nubank, em comunicado. Após a chancela dos órgãos reguladores, a proposta é promover uma integração gradual entre as plataformas. A empresa conta atualmente com 26 milhões de clientes.

O banco digital destacou o recente aumento no número de pessoas físicas que operam na bolsa de valores. A promessa do Nubank é oferecer soluções de investimentos democráticas e acessíveis diante de um mercado que, segundo a companhia, “ainda é complexo, com produtos caros e poucas opções, especialmente para quem não tem grandes quantias disponíveis”.

Já a Easynvest espera potencializar a missão da corretora de democratizar o acesso a serviços de investimentos. Em junho, o jornal Estado de São Paulo revelou que a plataforma havia contratado uma consultoria do banco americano JPMorgan para selecionar parceiros que pudessem alavancar o crescimento do negócio.

“Com o Nubank, a empresa se torna mais competitiva, alcança um novo patamar de crescimento e amplia a oferta de serviços para ainda mais pessoas no Brasil e América Latina”, disse o presidente da Easynvest, Fernando Miranda, em nota.

A corretora digital representa a terceira aquisição do Nubank neste ano. Em janeiro, o banco comprou a companhia brasileira de engenharia de software Plataformatec. Em julho, a fintech adquiriu a empresa americana Cognitec, criadora da linguagem de programação Clojure.

O Nubank registrou prejuízo de R$ 95 milhões nos seis primeiros meses de 2020. O deficit, porém, é 32% menor do que o computado no mesmo período do ano passado. Após a divulgação dos resultados, representantes da companhia defenderam que o rombo já era esperado como parte da estratégia de crescimento da empresa.

FONTE: https://olhardigital.com.br/pro/noticia/nubank-anuncia-compra-da-plataforma-de-investimentos-easynvest/106849