maio 09

No Met Gala 2019, a atração foram as roupas e acessórios feitos por impressoras 3D

No evento de arrecadação de fundos para o Metropolitan Museum of Art, em Nova York, modelos criados pelo designer Zac Posen brilharam tanto quanto as obras de arte

Na última segunda-feira (6) aconteceu, em Nova York, o Met Gala 2019, tradicional evento de arrecadação de fundos para o Metropolitan Museum of Art, cujos convidados são artistas, empresários e executivos das maiores companhias dos Estados Unidos. Neste ano, um detalhe chamou atenção: as roupas de cinco celebridades foram fabricadas por impressoras 3D. Os itens foram criados pelo designer Zac Posen em colaboração com a GE Additive e a Protolabs.

 Jourdan DunnNina DobrevKatie Holmes e Julia Garner tiveram seus corpos escaneados para que as roupas fossem modeladas pelo software na medida certa. As produções, que demoraram seis meses para ficarem prontas, foram realizadas com a técnica de estereolitografia, onde um laser é usado para solidificar partes de uma resina especial a partir de comandos feitos no computador, criando detalhes nas peças.

O trabalho de Posen mostra que a tecnologia está alcançando todos os setores — inclusive o da moda. Segundo o designer, um dos vestidos mais trabalhosos foi o da modelo Jourdan Dunn, que levou mais de um mês e meio para ser finalizado. A peça, composta por 21 pétalas, pesa um quilo e custa US$3 mil. Cada parte foi conectada a uma estrutura também impressa em 3D.

Jourdan Dunn no Met Gala 2019.

Já o vestido da atriz Nina Dobrev foi criado a partir da junção de quatro peças impressas, e levou mais de 8 dias para ser concluído. Além dos vestidos, o designer produziu acessórios para outras três atrizes. Katie Holmes usou um colar de folhas impresso em 3D que demorou dois dias e meio para ser fabricado.

Nina Dobrev no Met Gala 2019.

FONTE: STARTSE