Netshow.me compra a LiveCo e aposta no live commerce para crescer

O live commerce, nova tendência mundial de vendas online, traz vantagens tanto às empresas que adotam o modelo – como forma de alavancar as vendas digitais -, quanto aos clientes, que passam a ter uma experiência de compra interativa, ágil e inovadora. E quem está bem de olho no potencial desse mercado é a Netshow.me, plataforma de transmissão de vídeos ao vivo que, desde 2016, mudou seu foco para empresas.

A startup aposta alto no live commerce para alavancar seu faturamento em 2024, depois de adquirir, no fim do ano passado, a LiveCo, plataforma de live commerce, por um valor não revelado e pago 100% em dinheiro – novidade divulgada com exclusividade ao Startups. Esta é a segunda aquisição da Netshow.me.

A primeira foi a compra da SignUp, em 2018, quando a startup passou a oferecer também plataformas de vídeo streaming whitelabel no formato OTT (over-the-top) para empresas e infoprodutores, criando experiências muito parecidas às do Netflix voltadas para educação online, treinamentos e entretenimento ao redor do consumo de conteúdo em vídeo.

“A gente já vem estudando esse mercado de live commerce há muito tempo, principalmente pelo seu potencial na China, onde já representa 30% do e-commerce naquele país. No Brasil, algumas iniciativas nasceram nos últimos dois, três anos, só que nenhuma teve um crescimento explosivo porque exige uma necessidade de educação do mercado em relação a esse formato”, afirmou Rafael Belmonte, cofundador da Netshow.me, em conversa com o Startups.

Potencial de escala

Desafios à parte, Rafael aposta na série de diferenciais da nova solução Live-co para emplacar o modelo de live commerce no Brasil e expandir os ganhos da Netshow.me. Segundo ele, além da experiência de navegação intuitiva, outro ponto que chamou muita atenção da startup tem a ver com a autocontratação. “É um produto acessível financeiramente para que um varejista consiga testar rápido. A escalabilidade é o DNA desse produto”, diz.

Ademais, a solução é integrada já dentro de plataformas de e-commerce, como Shopify Vtex, e também com o WhatsApp, permitindo conexão direta com os clientes – resposta à dúvidas em tempo real, envio de links de pagamento, etc, agilizando o processo de vendas. Outro diferencial da Live-co é permitir que os clientes insiram produtos no carrinho de compras enquanto assistem à transmissão ao vivo, ou seja, não precisam deixar a live para fazer uma compra. O Boticário é um dos principais clientes usando a solução, com toda a integração do seu e-commerce dentro de uma transmissão ao vivo.

Para garantir ainda mais a escalabilidade de sua plataforma de live commerce, a Netshow.me firmou parceria com a Vivo. A operadora fará a distribuição da tecnologia Live-co para todos os clientes Vivo Valoriza – uma base de (apenas) 1,5 milhão de empresas, sendo 550 mil só do varejo. Serão feitos vários disparos até o fim do ano para toda essa base e a solução será ofertada com 15% de desconto aos clientes corporativos da Vivo.

“A gente quer facilitar muito esse processo de adoção da tecnologia, desse formato, para que as pessoas testem barato e rápido. E queremos que isso seja interpretado pelos clientes como uma estratégia de médio e longo prazo. Ninguém consegue ter resultados incríveis com apenas uma ou duas lives”, reforça Rafael. “Projetamos que nossa solução de live commerce represente algo em torno de 20 a 25% do faturamento da Netshow.me este ano”, finaliza.

FONTE:

https://startups.com.br/exclusivo/netshow-me-compra-a-liveco-e-aposta-no-live-commerce-para-crescer/