ago 27

Negócios Disruptivos

Diversas empresas da área de tecnologia começaram a ter uma grande influência dentro de áreas que antes elas não tinham relação, os negócios disruptivos são em sua maioria plataformas digitais que oferecem serviços aos consumidores de forma diferente do que eram tradicionalmente ofertados, como por exemplo o Uber, que surgiu como um aplicativo de caronas, entregando para os usuários um serviço diferente dos tradicionais táxis, ganhando grande espaço no mercado rapidamente, mudando a visão do mercado sobre os diversos outros aplicativos que funcionam que também oferecem outras formas de negócios disruptivos.

Como sitado acima, o Uber é um dos maiores casos de negócios disruptivos que temos hoje, com as pessoas escolhendo meios de transportes alternativos e a praticidade oferecida para se locomover pela cidade, a Uber teve um crescimento exponencial ao longo desses últimos anos.

Fundada em 2010, hoje a Uber emprega mais de 18 mil funcionários ao redor do mundo, que trabalham desenvolvendo tecnologias e na parte interna da empresa, a Uber hoje é maior companhia de “táxis” do mundo e não tem nenhum veículo, tudo por que os veículos são pessoas que se cadastram para serem motoristas com seus próprios carros, recebendo pelas corridas feitas, contando hoje com mais de 3 milhões de motoristas parceiros ao redor do mundo, 75 milhões de usuários e com mais de 15 milhões de viagens por dia ao redor de todas as cidades em que o Uber atua pelo mundo.

Esses serviços oferecidos tem como nome “negócios disruptivos”, pelo fato de criar um novo mercado em uma área em que antes apenas um tipo de negócio era dominante, criando assim um novo concorrente que antes não se tinha nenhuma influência no meio. Normalmente esses novos negócios são mais baratos e práticos para o consumidor, do que os serviços antes ofertados pelas empresas tradicionais, além de abranger uma parcela muito maior de usuários.

Outro grande modelo de negócio disruptivo que mudou o mercado em que atua é o Spotify, é um serviço de streaming de musicas online, onde o usuário paga uma mensalidade com um valor consideravelmente baixo, e tem acesso a um acervo gigantesco de músicas, com os mais diversos gêneros e estilos, de diversos cantores(a) e bandas ao redor do mundo, além de entregar ao usuário um produto visualmente atrativo relacionados as bandas e cantores como dito no artigo “a spotificação dos álbuns de música”.

Conclusão

Existem diversos novos negócios disruptivos surgindo no mercado a cada dia, e as mudanças que eles impõem no mercado tendem a ser benéficas aos usuários, trazendo concorrência e novas oportunidades de escolhas para os usuários.

FONTE: https://medium.com/tend%C3%AAncias-digitais/neg%C3%B3cios-disruptivos-23417c71050#:~:text=Diversas%20empresas%20da%20%C3%A1rea%20de%20tecnologia%20come%C3%A7aram%20a%20ter%20uma,por%20exemplo%20o%20Uber%2C%20que