jul 23

Motocicleta elétrica promete superar quase qualquer terreno

Isso é possível graças à largura dos pneus implementados

Uma motocicleta elétrica criada pelo Velocifero pode garantir mais amortecimento graças aos pneus mais largos implementados em sua criação. Chamada de Beach MAD, o projeto tem como objetivo superar quase qualquer terreno.

A criação, exibida pela primeira vez durante o Salão Internacional do Automóvel de Bangkok, é quase como um buggy – só que como se ele fosse cortado ao meio. No entanto, mesmo com um design diferente e que chama bastante atenção, a moto não é muito potente.

Equipada com um motor de 2kW, é possível atingir uma velocidade máxima de apenas 60 Km/h. Porém, ela está preparada para terrenos bastante difíceis, graças a uma estrutura toda feita em aço, amortecedores traseiros e um par de freios hidráulicos.

A bateria presente também não é surpreendente, mas pode ser suficiente para que pequenos passeios sejam realizados. Isso porque uma única carga pode funcionar por até 70 quilômetros. O tempo para carregamento total é de cinco horas.

A proposta da empresa com o lançamento da Beach MAD é que a moto não fique confinada à cidade. Com pouco mais de 90 Kg, ela pode ser ideal para trilhas ou até mesmo para andar por uma praia – apesar de ser bastante incomum.

A empresa não divulgou o preço sugerido da moto. No entanto, um site francês já possui a Beach MAD à venda por € 3.990,00 (R$ 23.800 em conversão direta).

Disseminação da tecnologia

Recentemente, a BMW revelou que trabalha em uma motocicleta elétrica. O veículo recebeu o nome de “E-Power Roadster”. Segundo jornalistas que foram convidados para ver a moto, ela possui uma bateria com capacidade nominal de 13 kWh, o que a coloca pouco atrás dos atuais líderes da indústria.

Por enquanto, a moto tem um alcance estimado de 177 km de acordo com a própria montadora. Porém, a empresa está trabalhando para aumentar esse número. O protótipo também possui carregamento rápido e foi equipado com a bateria dos carros híbridos da Série 2 da marca.

E não é apenas a bateria que foi aproveitada de outro modelo. O motor é o mesmo usado nos carros da Série 7, e possui partes de outras motos da montadora, como da BMW R1200RS e da S1000R.

Segundo a BMW, a E-Power Roadster possui um torque de 1500 newton-metro na roda traseira após redução de marcha e transferência de potência por eixo de transmissão. Isso faz a motocicleta ir de 0 a 98 km/h em apenas 2,9 segundos.

Porém, não é esperado que o modelo entre em produção em breve. O fato de a moto ser montada com partes de outros modelos da BMW não acelera sua produção e esse pode ter sido só um meio de mostrar aos rivais que a montadora está de olho no mercado de motos elétricas.

FONTE: https://olhardigital.com.br/noticia/motocicleta-eletrica-promete-superar-quase-qualquer-terreno/103979