jun 04

Microsoft Teams vai permitir videoconferências com até 300 participantes

Empresa também confirmou que suportará até 49 pessoas simultaneamente na tela, em vez de apenas 9

Aplicativos de videoconferência nunca foram tão populares como durante a pandemia da Covid-19, e essa nova onda também tem gerado novas demandas. Como resultado, a Microsoft confirmou que vai ampliar o limite de participantes em uma chamada do Teams: de 250, ele chegará a 300, o que pode atender melhor empresas de grande porte que estão lidando com trabalho em home-office.

Segundo o Microsoft 365 Roadmap, plataforma da empresa para atualizar clientes sobre as novidades a caminho dos aplicativos do pacote, a ampliação do limite será ampliada ainda durante o mês de junho. O site aponta, como percebeu o site OnMSFT, que o recurso chega para “ajudar a atender às necessidades de comunicação e reuniões de clientes”.

A Microsoft, no entanto, havia liberado conferências com até 350 participantes, mas essa mudança era temporária e experimental, implementada como forma de testar os limites do sistema. Agora, no entanto, a ampliação de capacidade será formal, mas um pouco abaixo do que a empresa verificou em seus testes.

O aplicativo também mudará a forma como lida com o número de pessoas na tela. Atualmente, o Teams mostra apenas 9 pessoas por vez, mas essa capacidade máxima deve ser ampliada para 49, o que deve aproximá-lo do Zoom, um dos concorrentes que mais ganharam força durante a pandemia de Covid-19.

Apesar da confirmação do aumento do número de pessoas na tela ao site CRN, a Microsoft não deu um prazo para que isso entre em prática.

FONTE:olhardigital.com.br