out 11

Microsoft libera versão da ‘October 2018 Update’ que não deleta arquivos

Depois de causar problemas de inicialização e deletar arquivos de computadores de usuários do Windows 10 com a October 2018 Update, a Microsoft começou a distribuir uma nova versão desse pacote de atualizações que supostamente não deve mais causar problemas.

A empresa teria encontrado a raiz do bug e a corrigiu nessa nova atualização, que incialmente está sendo distribuída apenas para os testadores do programa Windows Insider nesse primeiro momento.

“Vamos estudar cuidadosamente os resultados, feedback e diagnósticos das máquinas dos testadores antes de começar a liberação do pacote para mais pessoas”, disse John Cable, diretor de suporte do Windows em uma postagem oficial no blog da Microsoft.

Arquivos redirecionados

Segundo Cable, o bug estava atrelado a computadores que tinham o recurso de redirecionamento de arquivos de suas pastas originais para outras. A October 2018 Update tinha uma diretriz que a permitia deletar todo tipo de pasta vazia nos diretórios do sistema, mas parece que essas pastas com redirecionamento ativado estavam sendo consideradas vazias por engano. Dessa maneira, arquivos de algumas pessoas foram deletados.

O bug foi reportado pelos testadores do programa Insider antes de a Microsoft liberar o pacote para o grande público

Curiosamente, o bug foi reportado pelos testadores do programa Insider antes de a Microsoft liberar o pacote para o grande público, mas como haviam poucos reportes, o recurso de feedback da empresa acabou não priorizando o problema.

Por isso, a Microsoft também anunciou mudanças na sua plataforma de coleta de feedback, e permitirá que os usuários possam classificar a gravidade do problema que estão reportando. “Esperamos que isso possa facilitar o monitoramento dos problemas mais impactantes mesmo quando o volume de feedback é pequeno”, disse Cable.

Usuários que tiveram arquivos deletados ou outros problemas com essa atualização devem entrar em contato com o suporte do Windows 10 para obter instruções de como resolver a situação.

FONTE: CANAL TECH